Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Quarta
23 de Setembro de 2020




Goleiro Bruno vai morar em MT

21 de Janeiro de 2020
- Fonte: Elayne Mendes/GD - Atualizado 21/01/2020 19:47:37

Após parecer favorável do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Justiça do mesmo estado defere pedido de transferência do goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza, 35, para a cidade de Várzea Grande. O atleta que responde em regime semiaberto domiciliar, pela morte e ocultação de cadáver da mãe de seu filho, Eliza Samudio, no município de Varginha (MG), se mudará para a Cidade Industrial, para atuar no Clube Esportivo Operário Várzea-grandense (Ceov).

 

Nesta terça-feira (21), grupo intitulado Bloco das Mulheres realiza protesto contra a atuação de Bruno no Campeonato Mato-grossense, em frente ao portão principal do estádio Dito Souza, em Várzea Grande.

 

De acordo com o MPMG, a defesa de Bruno apresentou todos os documentos necessários e comprobatórios para a contratação do atleta, não tendo fatores que levassem à negativa do pedido de sua transferência para Mato Grosso. Diante do exposto, o órgão se manifestou favorável a contratação solicitada pelo Ceov.

 

Dando sequência ao trâmite judicial, na última sexta-feira (17), o juiz da Vara de Execuções Penais de Varginha, Tarciso Moreira de Souza, deferiu o pedido de transferência do goleiro. A informação é da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, que acrescentou que o magistrado não disponibilizou a decisão na íntegra.

 

Na cidade mineira, três advogados atuam no caso de Bruno e com a vinda do atleta para Várzea Grande foi instaurada uma petição de substabelecimento, para que o goleiro também possa instituir um novo advogado local. O processo do atleta foi encaminhado para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, de onde seguirá para a comarca de Execuções Penais da Cidade Industrial.

 

Após alguns sites nacionais noticiarem que o ex-goleiro do Flamengo já teria vindo para Várzea Grande, na tarde desta segunda-feira (20), em um voo fretado pelo Ceov, a esposa de Bruno, Ingrid Calheiros, usou a rede social do atleta para desmentir a informação e afirmou que ainda estão em Minas Gerais.

 

Também nas redes sociais, o Chicote da Fronteira postou uma foto do goleiro, com a tag “loanding”, que em português significa “carregando”, anunciando que em breve Bruno estará jogando em solo mato-grossense.

 

Protesto
Está marcado para às 19h de hoje, em frente ao estádio Dito Souza, o manifesto “Chega de Violência Contra Mulher. Bruno(s), não”, que visa protestar contra a contratação do ex-rubro negro. A ação acontece no dia do primeiro jogo do Ceov no campeonato estadual e é organizada por um grupo chamado Bloco das Mulheres.

 

A orientação é para que torcedores e pessoas contrárias à atuação de Bruno em Mato Grosso se reúnam do lado externo do estádio, vestindo roupas pretas ou a camisa do time, porém, pelo lado de fora, já que a intenção é não pagar ingressos para prestigiar o time. Cartazes com frases como “Vergonha da fronteira” e “Meu ídolo não é feminicida” já estão sendo confeccionados para exposição durante o protesto.

  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.