Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Sabado
26 de Setembro de 2020




Maioria de jovens mortos pela Covid-19 nos EUA fazia parte de minorias raciais, diz estudo

Das 121 mortes causadas pelo novo coronavírus com menos de 21 anos identificados nos Estados Unidos, 45% eram hispânicos, 29% negros e 4% indígenas ou nativos do Alasca.

16 de Setembro de 2020
- Fonte: France Presse - Atualizado 16/09/2020 09:48:38
Crianças almoçam em escola de Stamford, em Connecticut (EUA), reaberta na pandemia do novo coronavírus

Crianças almoçam em escola de Stamford, em Connecticut (EUA), reaberta na pandemia do novo coronavírus

Crianças, adolescentes e jovens adultos de minorias hispânicas, negras e indígenas são proporcionalmente muito mais vulneráveis à Covid-19 do que pessoas brancas nos Estados Unidos, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira (15) pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).
 
Das 121 mortes causadas pelo novo coronavírus com menos de 21 anos identificados nos Estados Unidos, 45% eram hispânicos, 29% negros e 4% indígenas ou nativos do Alasca, de acordo com o relatório que cobre o período de fevereiro a julho. Essas minorias representam 41% da população dessa faixa etária.
 
Jovens não estão imunes
 
Em termos gerais, a mortalidade de crianças e jovens é muito mais baixa do que entre adultos e idosos. O CDC identificou um total de 392 mil casos de Covid-19 entre os mais jovens. Eles representaram 8% de todos os casos e apenas 0,08% das mortes.
 
Mas o estudo confirma que crianças e adolescentes não estão de forma alguma imunes, especialmente contra o que os especialistas chamam de síndrome inflamatória multissistêmica infantil.
 
Como outros estudos mostraram, meninos e homens são mais suscetíveis a complicações e são responsáveis por 63% das mortes. Três quartos das mortes tinham pelo menos uma patologia prévia (asma, obesidade, doenças neurológicas e do desenvolvimento, problemas cardiovasculares).
 
Em relação à idade, 12 crianças que morreram tinham menos de um ano e os jovens entre 18 e 20 anos correspondiam a 50 óbitos, 41% do total.
 
O relatório publicado pelo CDC em seu boletim informativo "Relatórios semanais de morbidez e mortalidade", muito seguido por profissionais de saúde em todo o país, foi adiado devido à pressão do governo Donald Trump, de acordo com o site Politico. O governo pressiona para incentivar escolas e faculdades em todo o país a reabrirem.
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.