Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Sabado
26 de Setembro de 2020




Trump anuncia compra de 100 milhões de doses de vacina contra coronavírus da Moderna

Presidente disse ainda que EUA investem no desenvolvimento das seis vacinas mais promissoras do mundo e que três delas já estão na fase 3, o estágio final de testes clínicos: 'Anos adiantados em seus cronogramas'

12 de Agosto de 2020
- Fonte: G1 - Atualizado 12/08/2020 08:20:30
Reprodução

Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira (11) durante uma coletiva de imprensa que o governo comprou 100 milhões de doses da vacina contra o coronavírus que está sendo desenvolvida pela Moderna.
 
Trump disse ainda que atualmente o governo investe no desenvolvimento e fabricação de seis vacinas que estão entre as mais promissoras do mundo, e que três delas já estão na fase 3, o estágio final dos testes clínicos.
 
Segundo Trump, também existem parcerias com as empresas Johnson&Johnson, Sanofi e GSX para a produção de vacinas em grande escala. “E eles estão indo muito bem em suas pesquisas. Estão anos adiantados em seus cronogramas”.
 
“Estamos perto de produzir 100 milhões de doses logo, e mais 500 milhões de doses pouco depois”, garantiu o presidente. Ele diz que o Exército está “a postos para garantir uma rápida distribuição assim que alguma delas estiver totalmente aprovada pelo FDA, e estamos bem perto disso”.
 
Ainda durante a coletiva, Trump disse que os EUA já trataram mais de 86 mil pacientes de Covid-19 com plasma de convalescentes, e que um estudo recente da Mayo Clinic descobriu que isso produz uma redução da taxa de mortalidade em pelo menos 50%. Ele pediu então que americanos que tenham se recuperado da doença se inscrevam e doem plasma para que seja usado nesse tipo de tratamento.
 
Vacina russa
 
O anúncio foi feito no mesmo dia em que a Rússia disse ter aprovado a primeira vacina contra o coronavírus. Nesta terça, o presidente russo Vladimir Putin declarou que o país registrou oficialmente uma vacina, sendo o primeiro lugar do mundo a fazer isso. O medicamento foi desenvolvido pelo Instituto Nikolai Gamaleia, em parceria com o Ministério da Defesa russo.
 
Segundo Putin, a vacina recebeu aprovação regulamentar menos de dois meses após ser testada em humanos, mas passou em todas as verificações exigidas, O presidente acrescentou que sua filha já a tomou.
 
Mas especialistas internacionais levantaram preocupações sobre a velocidade com que a Rússia criou a vacina, sugerindo que o país possa tê-la desenvolvido de forma apressada.
 
A vacina russa não está na lista da OMS de seis vacinas que alcançaram a fase três dos testes clínicos, que envolvem testes mais amplos em humanos.
 
A Rússia não publicou nenhum estudo ou dado científico sobre os testes que realizou, e também não se conhecem os detalhes sobre as fases do processo que geralmente devem ser cumpridas antes de se aprovar e lançar no mercado uma vacina.
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.