Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Quinta
04 de Junho de 2020




Polícia Civil esclarece feminicídio e prende suspeito de matar a ex-mulher

20 de Maio de 2020
- Fonte: Juina News com Assessoria - Atualizado 20/05/2020 12:33:05
Divulgação

Divulgação

A Polícia Civil de Barra do Bugres (168 km a médio-norte de Cuiabá) esclareceu o homicídio de Vanessa Ferreira dos Santos, 30 anos, ocorrido no último sábado, na cidade, morta a facadas pelo seu ex-companheiro. O suspeito teve o mandado de prisão cumprido na Delegacia de Tangará da Serra, nesta terça-feira (19.05), onde ele se apresentou e recebeu voz de prisão.
 
Conforme as investigações para esclarecer o crime, conduzidas pelo delegado de Barra do Bugres, Renato Resende, no dia 16 de maio, a vítima estava em frente à sua casa, conversando com familiares, quando o autor do crime, que era seu ex-companheiro, chegou pilotando uma motocicleta. O homem disse que queria conversar com Vanessa, a pegou pelo braço e levou para os fundos da casa. Logo em seguida, a vítima gritou que havia sido esfaqueada no pescoço e o suspeito saiu correndo.
 
Enquanto os familiares acionavam o socorro médico, o homem retornou ao quintal da casa e desferiu novos golpes em Vanessa, que a levaram à morte. O suspeito fugiu em seguida.
 
Assim que foi acionada pela Polícia Militar sobre a ocorrência, a equipe da Polícia Civil Civis iniciou diligências coletando informações no local do crime e depois realizou buscas nos municípios vizinhos a fim de localizar o criminoso, mas não foi possível encontrá-lo na data. .
 
Com base nas informações colhidas, o delegado Renato Resende representou pela prisão preventiva do autor, que foi deferida pea justiça da comarca local.
 
Na tarde desta terça-feira, o suspeito se apresentou, acompanhado de um advogado, na Delegacia de Tangará da Serra, município a 70 km de Barra do Bugres. O delegado deu-lhe voz de prisão com base no crime de homicídio com qualificadora em femincídio, conforme previsto no Artigo 121, parágrafo segundo, inciso 6º (crime contra a mulher por razões da condição de sexo feminino). A lei prevê pena para homicídio qualificado com reclusão de 12 a 30 anos. O suspeito manteve-se calado durante o interrogatório. 
 
Conforme as investigações, o casal estava separado desde o mês de novembro de 2019 e tinham três filhos.
 
O delegado Renato Resende destacou os esforços da equipe de investigadores, que atuou para dar uma resposta rápida e esclarecer o crime de feminicídio.
 
 
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.