Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Sabado
19 de Outubro de 2019




Botelho revela conversa com Riva e MP e garante que não existe acordo de delação

09 de Outubro de 2019
- Fonte: Érika Oliveira/Olhar Direto

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (DEM), garantiu que o suposto acordo de colaboração premiada que cita pelo menos seis parlamentares com mandato em vigência não existe. Segundo o democrata, a informação é do Ministério Público e de José Riva, que é justamente quem estaria pleiteando a delação.  
 
“Nós temos que aguardar para ver a autenticidade. Porque eu falei com alguns membros do Ministério Público e eles não confirmaram, falei com o deputado Riva e ele também não confirmou, disse que isso não tem veracidade. O documento não está assinado, não tem nada, então nós estamos vivendo na onda das fakes, é preciso ter cautela”, declarou Botelho, em coletiva de imprensa. 
 
Questionado se na conversa com Riva o ex-deputado garantiu que as informações vazadas da suposta delação seriam falsas, Botelho voltou a pôr em xeque o conteúdo revelado pela mídia até agora, mas não descartou que um outro acordo de colaboração premiada esteja sendo costurado entre o ex-presidente da Assembleia de Mato Grosso e o Ministério Público. 
 
“Ele disse que esse documento não procede, então eu estou acreditando nisso. Mas isso [se há delação] eu não sei, o que ele me garantiu é que esse documento não procede. Então trabalhamos com a hipótese de que esse documento não seja real”, acrescentou Botelho. 
 
Conforme revelado por Olhar Direto, um documento representando suposta proposta de colaboração premiada entregue por José Riva ao Ministério Público (MPE) apresenta lista com 38 nomes de ex-deputados e deputados que supostamente receberam mensalinho na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Os fatos tiveram início em 1995 e alcançaram montante aproximado de R$ 175 milhões. 
 
Para comprovar os crimes, o ex-parlamentar se comprometeu a apresentar transferências bancárias, depósitos bancários, notas promissórias e testemunhas. 
 
Entre pessoas que podem colaborar como testemunhas, Riva indicou Luiz Marcio Bastos Pommot, Irene de Oliveira,  Rosivani Monaco de Jesus, Cristiano Guerino Volpato, Juracy de Brito, Maksues Leite, Guilherme da Costa Garcia,Cleber Antônio Cine, Otaviano Pivetta, William Cesar Nepomuceno e Junior Mendonça. 
 
A reportagem entrou em contato com Jose Riva. O ex-deputado afirmou que estava em reunião e preferiu não comentar sobre o documento atribuído a ele. 
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2019 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.