Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Quarta
12 de Agosto de 2020




Em vídeo, paciente relata falta de medicamento e amarga espera para cirurgia no hospital municipal de Juína

06 de Julho de 2020
- Fonte: Juína News - Atualizado 06/07/2020 20:15:06

Um vídeo que circula num aplicativo de mensagens, um paciente jovem reclama a falta de medicamento e angústia de amargar uma longa espera no hospital municipal de Juína, no noroeste de Mato Grosso, para ser submetido a uma cirurgia na perna.

No vídeo o paciente relata que tem duas fraturas na perna e necessita passar por uma cirurgia urgente, e mesmo sendo encaminhado para a cirurgia, o hospital não possuí anestesia que é fundamental para o procedimento cirúrgico.

O paciente ainda mostrou a situação de outras pessoas que estão passando pelo mesmo drama onde estão internados e recebendo apenas medicação diária sem saber se farão ou não a cirurgia.

Ao chegar ao conhecimento da reportagem, o site Juína News procurou a secretária de saúde, Leda Villaça que informou ser procedente a falta de sedativos e não de anestesias para procedimentos cirúrgicos, devido a pequena quantidade disponível no estoque, onde a prioridade é para as urgências e emergências, como o caso de pessoas que chegam esfaqueados na UPA, acidentados, e outros casos como a retirada de uma pedra de vesícula, que são considerados casos graves. A secretária ainda lembrou que foram suspendidas todas as cirurgias eletivas, uma vez que as mesmas podem aguardar.

A secretária disse que os anestésicos estão em falta devido ao surto da pandemia do coronavírus, os medicamentos estão em falta no mercado e mesmo quando se consegue comprar, a quantidade não é suficiente, pois a falta ocorre no país inteiro.

Leda Villaça disse esperar em Deus que até o final do mês a situação se normalize, pois há uma promessa tanto do governo federal, quanto estadual para a solução do problema. “ Estamos comprando, mas os fornecedores estão vendendo muito caro, mas nós não estamos vendo preço, estamos comprando o que precisa e confiando na promessa do governo federal e estadual”, afirmou a secretária, que ainda pontuou que não tinha noção que o problema de suspensão das cirurgias eletivas fosse demorar tanto, uma vez que a previsão seria de no máximo uma semana, porém, as dificuldades surgiram e foi necessário uma conversa com os médicos ortopedistas para que os mesmos realizassem apenas pequenos procedimentos, com anestesia local e liberasse os pacientes, e os mesmos aguardem na fila, e quando chegar a medicação serão chamados para a realização das cirurgias.

 

 

  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
1 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário

Por: Kaylaine Roberta theisen
Está acontecendo o mesmo com meu (Avô) Lauro Theisen, que já tem 75 anos, Sofre de asma, muito perigoso ele ficar no hospital pois com esse COVID, está internado no municipal também, e eles relatam que não dá pra fazer a cirurgia pois não tem a anestesia, isso é uma pouca vergonha, cuida só sobre o COVID e os outros casos? Se não morrer de COVID então, morre com algum outro problema - 06/07/2020 21:14:17




O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.