Juína/MT, 23 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

23 de Julho de 2024


Brasil Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023, 08:25 - A | A

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2023, 08h:25 - A | A

Carlos Fávaro deixa Mapa para votar em Pacheco no Senado

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Carlos Fávaro (PSD), será exonerado para que retorne ao Senado Federal para participar da votação da eleição da Mesa Diretora da Casa. 

O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) quer evitar a vitória do candidato de oposição, Rogério Marinho (PL-RN). Com isso, Fávaro será exonerado no dia 31 de janeiro para participar da votação e depois se licenciará novamente para que a sua suplente, Margareth Buzetti (PSD), assuma o mandato.

O temor do governo é que haja traições ao atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG). No caso de Margareth Buzetti, ela se filiou ao PSD em um acordo para que Fávaro assumisse o Mapa. Porém, o fato dela ter apoiado o ex-presidente Bolsonaro ainda é visto com certa desconfiança.

Questionada recentemente, Buzetti chegou a declarar voto em Pacheco, alegando ser do mesmo partido. Ela também assinou o pedido para a criação da CPI do Golpe.

Questionado sobre voltar ao Senado para a eleição, Fávaro confirmou. ‘Foi um pedido do presidente Lula. Ele também disse que é uma forma do governo prestigiar a política. Por isso fez esse pedido’.

 

 

Fonte: GD

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros