Juína/MT, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Julho de 2024


Brasil Quarta-feira, 15 de Março de 2023, 08:12 - A | A

Quarta-feira, 15 de Março de 2023, 08h:12 - A | A

Documento com final 1,2 e 3 devem ser pagos até 31 de março

Proprietários de veículos com placas final 1, 2 e 3 têm até o dia 31 de março para efetuar o pagamento do Licenciamento de 2023. A taxa pode ser emitida no site do Detran-MT, na opção "Consulte Seu Veículo", ou pelo aplicativo MT Cidadão. Após o pagamento, o cidadão pode emitir o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em formato digital (arquivo em PDF), pelo site do Detran.

A nova versão do documento é de caráter definitivo, não sendo mais emitido o licenciamento em papel moeda, o antigo "verdinho". O documento no formato digital ou em papel comum possui o mesmo valor jurídico do antigo, com autenticidade e segurança garantidos por meio de QR Code, que está ligado à base nacional de dados da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran). 

O calendário de pagamento do Licenciamento 2023 continua em abril, para os veículos com placa final 4; em maio, para placa final 5; em junho, final 6, final 7, em julho; final 8, em agosto; final 9, em setembro; e encerra em outubro para os veículos com placa final 0.

Licenciamento

O Detran-MT orienta aos motoristas que a emissão do licenciamento anual do veículo somente poderá ser realizada após o pagamento de todos os débitos pendentes como a taxa de licenciamento, multas de trânsito e o Imposto sobre Propriedades de Veículos Automotores (IPVA).

O proprietário do veículo também deve se atentar quanto a restrições de ordem administrativa ou jurídica, como alerta de roubo, bloqueio determinado pela Justiça, pendência na comunicação de venda e inclusão de gravame pendente em caso de veículos financiados, uma vez que essas situações também impedem o licenciamento do veículo.

Outro fator que impede o licenciamento e também a transferência de propriedade é quando o veículo tem informativo de recall ativo e não tenha realizado, dentro de um ano, a substituição da peça ou a manutenção indicada pela fabricante. Esse impedimento foi trazido entre as mudanças da Lei Federal 14.071/2020 e está valendo desde abril de 2021.

 

 

Fonte: GD

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros