Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Cidades Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 13:03 - A | A

Quinta-feira, 13 de Junho de 2024, 13h:03 - A | A

Polícia Civil prende mandante do assassinato de ex-secretário de obras de Colniza

Juína News com informações da Assessoria

Polícias Civis do Estado do Mato Grosso e Goiás, em trabalho conjunto, efetuaram a prisão de Elinaldo Fontelis Costa, de 46 anos, o qual estava foragido no Município de Mineiros-GO. Ele foi preso na manhã desta quinta-feira, dia 13

Conforme apurado pelo Juína News, Elinaldo é o mandante do homicídio de Arildo Batista Dalto, ex-secretário de Obras do Município de Colniza-MT. O suspeito estava em local incerto desde a data da morte da vítima. Após diversas diligências realizadas, a equipe de investigação do caso identificou que o suspeito se refugiou para Mineiros-GO no momento em que tomou conhecimento da sua prisão, decretada no dia 05 de março deste ano.

Relembre o crime: Ex Secretário de Obras de Colniza é assassinado e reacende lembranças sobre violência no município

Arildo foi assassinado no dia 15 de fevereiro deste ano. O corpo da vítima foi encontrado na porta de entrada da sua fazenda em Colniza. Conforme exame pericial realizado no corpo, foi possível constatar que Arildo sofreu 13 (treze) disparos de arma de fogo na região do crânio e do tórax.

De acordo com as informações levantadas, Elinaldo Fontelis era um famoso agiota na região de Colniza, conhecido por possuir uma postura agressiva quando cobrava seus devedores. O motivo da execução do ex-secretário foi em virtude do filho da vítima ter sido avalisador de uns cheques de aproximadamente R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) com o agiota, conforme informou familiares ao Juína News na tarde de hoje.

A morte de Arildo causou grande comoção social em Colniza, pois, além de ser uma pessoa conhecida na cidade, a vítima não possuía nenhuma relação direta com a motivação dos fatos, sendo assassinado pelo agiota como forma de intimidar o seu filho a pagar a quantia devida.

As investigações a respeito do homicídio de Arildo Batista Dalto foram realizadas com o máximo de empenho do núcleo de investigação das Delegacias de Polícia Civil de Colniza e Juína e, graças à troca de informações entre as Polícias Civis do Mato Grosso e Goiás, foi possível localizar e prender o mandante do crime no Município de Mineiros-GO.

Elinaldo. agora ficará à disposição do Poder Judiciário do Mato Grosso e responderá por homicídio qualificado, podendo pegar até 30 anos de prisão.

Corrigida às 14h44

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros