Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Educação Sexta-feira, 17 de Março de 2023, 09:13 - A | A

Sexta-feira, 17 de Março de 2023, 09h:13 - A | A

Projeto Integrador

Acadêmicos de Direito ministram palestra sobre programa Jovem Aprendiz em escola de Juína

Trabalho em grupo está incluso na disciplina Projeto Integrador que visa propor benefícios e conhecimento a população local

Juína News

Acadêmicos de direito do 1º termo da Faculdade AJES, realizaram nesta quinta-feira (16.mar) nos períodos matutino e vespertino, duas palestras para os alunos da E.E. Antônia Moura Muniz, localizada na Rua Presidente Prudente no bairro Módulo 06, na cidade de Juína, ao Noroeste de Mato Grosso.

Em dois encontros objetivos com os alunos, os futuros bacharéis em direito puderam contribuir levando conhecimento de como funciona na prática o programa Jovem Aprendiz, que é uma forma de contratação de profissionais de 14 a 24 anos, criada pelo governo em 2000 com o objetivo de estimular o primeiro emprego e a formação profissional.

Acadêmica Maria Claudia, explicou que ao entrar na faculdade foi apresentado aos acadêmicos um projeto de integração a sociedade, tendo como tema “Projeto Integrador”, ficando a cargo dos acadêmicos escolher um tema de acordo com a necessidade da comunidade, sendo então optando pelo tema do programa “Jovem Aprendiz” que é um programa do governo federal que proporciona aos jovens a possibilidade de inserção no mercado de trabalho.

O projeto foi uma pauta de grande importância para os alunos que teve o total apoio da escola que cedeu o espaço para que os trabalhos fossem realizados nos dois turnos de aula, concluiu Maria Claudia.

Durante a palestra foi repassado a importância do aluno ainda estar cursando o ensino médio e buscar por uma carreira profissional, que vem através da qualificação dos jovens que necessitam de uma oportunidade de aprendizado, sempre com informações atualizadas de como começar, e também toda documentação exigida, e por fim ser remunerado enquanto faz a qualificação do programa “Jovem Aprendiz” que para muitos ainda é um programa desconhecido, sendo necessário que os jovens estejam devidamente matriculados e frequentando as aulas para poder participar do programa, ponderou Mariana Cabreira Bueno, acadêmica do 1º termo de direito.

Para o professor da disciplina de matemática, Romário Carmo Da Silva que acompanhou uma das turmas, a palestra foi bastante objetiva para que os alunos passem a conhecer o projeto, cuja maioria deseja entrar no mercado de trabalho, e a parceria da escola com o projeto proporciona levar todas as informações aos alunos de forma correta.

A coordenadora da escola Antônia Moura Muniz, professora Aline Rodrigues, ressaltou a importância do trabalho do ciclo de palestras que informa aos alunos as oportunidades ofertadas pelo programa “Jovem Aprendiz” que concilia o estudo com a formação dos alunos proporcionando seu ingresso no mercado de trabalho, e também pontuou sobre a importância de ensinar aos alunos como se fazer um currículo e envia-lo as empresas.

O aluno do 1º ano Lucas Farias Dias, destacou que o projeto esclareceu duvidas, uma vez que o jovem pretende buscar pela qualificação e desta forma ajudar na renda familiar.

Também aluno do 1º ano, Kaio Fummer Barbosa, que completou seus 15 anos, viu na palestra uma forma de incentivo para eles e para os demais amigos que podem estar buscando uma oportunidade de emprego através do programa “Jovem Aprendiz”, que veio para facilitar o ingresso dos jovens no mercado de trabalho.

O Programa “Jovem Aprendiz” pode ser considerado um auxilio, podendo os jovens se candidatar gratuitamente à uma vaga do Jovem Aprendiz 2023, e caso esteja dentro dos pré requisitos, poderão ser selecionados para participar de um período como aprendiz na empresa em questão, com todos os direitos ofertados ao demais trabalhadores, incluindo remuneração salarial, jornada de hora reduzidas, vale transportes, férias, (de preferência que coincidam com as férias escolares), pagamento do 13º salário e recolhimento do FGTS.

Tendo isso em vista, os jovens que pretendem ingressar no primeiro emprego não precisarão ter experiência na vaga em que estão se candidatando, portanto, basta a empresa estar com uma vaga aberta na categoria desejada para o jovem se candidatar e começar a trabalhar.

A disciplina Projeto Integrador da AJES, bem como o trabalho em questão apresentado na comunidade teve acompanhamento do professor Luiz Fernando Moraes de Mello, Mestre em Direito.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews 

 

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros