Juína/MT, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Julho de 2024


Gerais Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2023, 10:14 - A | A

Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2023, 10h:14 - A | A

Abate de gado nos frigoríficos de Mato Grosso cresce 5,8% após dois anos de queda

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou, no primeiro boletim do ano da pecuária, que no Estado houve incremento de 5,85% no número de bovinos abatidos, em 2022, ante a 2021.

No acumulado do ano passado, foi alcançado o total de 4,98 milhões de cabeças abatidas (+5,85% no comparativo anual), o que inverteu o resultado de redução no total de animais abatidos dos últimos anos.

A conjuntura de forte retenção de fêmeas ocorrida em 2020 e 2021 refletiu na intensificação do descarte de matrizes ano passado (o incremento no abate de fêmeas foi de 14,56%, enquanto o de machos variou apenas +0,74% ante a 2021).

“Esse movimento é observado pelo abate de fêmeas com mais de 36 meses, que aumentou 13,21% no comparativo anual, e totalizou 990,77 mil cabeças abatidas. Para 2023, a participação de fêmeas no abate pode ser ainda maior, reflexo da grande oferta de animais de reposição no mercado, aliada à pressão observada na cotação do boi gordo”, analisam os técnicos do IMEA.

 

 

Fonte: Só Notícias

Comente esta notícia

Maria 22/01/2023

O mentira estes petista mentem descaradamente, mas da nada não a censura chegará, neste momento vão querer gritar e conseguirão.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros