Juína/MT, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Julho de 2024


Gerais Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2023, 09:53 - A | A

Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2023, 09h:53 - A | A

"Nova lei do Fethab é avanço social", afirma primeira-dama de MT

Com a nova regulamentação, 80% dos recursos arrecadados serão destinados para infraestrutura e habitação

Assessoria

A nova lei do Fundo de Transporte e Habitação de Mato Grosso (Fethab), sancionada pelo Governo de Mato Grosso em dezembro de 2022, é um avanço social, afirma a primeira-dama do estado Virginia Mendes. Idealizadora do programa Ser Família Habitação, Virginia comemorou os recursos que serão destinados para a construção de casas às famílias em situação de vulnerabilidade.

“Esperei e sonhei muito com esse projeto, e graças à nova lei vamos concretizar o sonho de moradia às famílias que não têm condições de adquirir uma casa própria. Estou ansiosa para entregar a primeira chave e comemorar essa conquista maravilhosa. Ter um teto e pedacinho para chamar de seu significa ter dignidade. Vou acompanhar tudo de perto”, disse Virginia.

A nova lei do Fethab estabelece que 80% dos valores arrecadados com a comercialização das commodities serão destinados a obras de infraestrutura de transporte e habitação.

Em 2022, Governo de MT lançou o programa Ser Família Habitação, com a execução sob a responsabilidade da Sinfra e da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT). A primeira fase do programa contempla a construção de 3.140 casas em 69 municípios, um investimento de R$ 210,9 milhões. Por meio de convênio entre a Sinfra e os municípios, os valores serão repassados para que as prefeituras construam as casas.

“Esse é um projeto muito importante, afinal, ter uma casa é fundamental para a cidadania das pessoas. A primeira-dama Virginia Mendes tem essa atenção com o lado social e nos próximos anos muitas famílias terão direito a sua casa própria”, afirmou o secretário da Sinfra, Marcelo de Oliveira.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros