Juína/MT, 22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Junho de 2024


Lista de Notícias Terça-feira, 07 de Novembro de 2017, 00:00 - A | A

Terça-feira, 07 de Novembro de 2017, 00h:00 - A | A

Dupla é condenada a 14 anos de prisão por matar jovem com 3 tiros em Juína

Juína News

Marcelo Ferreira da Rocha, vulgo “Beiça”, de 23 anos, e Antônio Juvenal Ricardo Moraes, 21, foram condenados a 14 anos de prisão pela morte de um jovem em 2016 durante julgamento nesta segunda-feira (06), no Fórum da comarca de Juína.  

A vítima, Jonathan Willian Premoli, 24, foi morta com três tiros, sendo dois no rosto e um na região occipital (próximo a nuca).

Segundo a denúncia, Marcelo efetuou os disparos e Antônio emprestou a arma de fogo induzindo - o para cometer o crime.

A audiência de julgamento começou às 9h e durou todo o dia.

A sentença foi proferida pelo juiz Vagner Dupim Dias.

Antônio foi condenado a 12 anos por homicídio qualificado e a 2 anos por porte ilegal de arma de fogo e Marcelo a 14 anos por homicídio qualificado.

O promotor de justiça Danilo Pretti Vieira, ressaltou o papel do Ministério Público Estadual no julgamento.

“A satisfação não se dá pela simples condenação, mas pela justiça. O MPE, não é um órgão acusador e sim promovedor de justiça. Por acaso, ontem foi sustentada a condenação de ambos os acusados, que foi aceita pelo tribunal do júri popular dando um exemplo para toda a sociedade, que está farta deste tipo de crime completamente violento e hediondo. Por essa razão, o Ministério Público se encontra satisfeito pela realização da justiça acima de tudo” – destacou o promotor.

 O crime

Jonathan foi morto em abril do ano passado na residência dele localizada na Rua Hermes Agostinho no bairro módulo – 6. Ele foi surpreendido em sua casa por Marcelo que portava uma arma de fogo. O réu atirou três vezes nele, que ainda correu em busca de socorro, mas morreu na porta da casa de um vizinho.

A motivação deste crime não ficou devidamente delineada, mas em 2011, Premoli matou a golpes de faca Charles Ferreira da Rocha na época com 18 anos irmão de Marcelo.

Comente esta notícia

Luana Cristina Ferrari 07/11/2017

Enfim JUSTIÇA até que enfim os culpados foram julgados.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros