Juína/MT, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

24 de Junho de 2024


Lista de Notícias Quarta-feira, 28 de Março de 2018, 00:00 - A | A

Quarta-feira, 28 de Março de 2018, 00h:00 - A | A

Polícia Civil prende jovem que matou a facadas dona do bar Baracat Drink's em Juína

Juína News

Foi preso na tarde desta terça-feira, dia 26, Ronaldo Vieira de Novaes, de 23 anos, autor de um crime bárbaro e covarde que teve como vítima, a proprietária do Bar Baract Drink’s, Conceição de Maria Cruz Ramos, 53, com quem se relacionava a cerca de 1 ano. A vítima foi morta violentamente com várias facadas, ele se apresentou a polícia acompanhado de um advogado.

Durante interrogatório conduzido pelo delegado de polícia Marco Bortolotto Remuzzi, o acusado permaneceu a todo tempo no direito de ficar calado. Sendo no final do depoimento, dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva.

Confissão

Em entrevista a TV Band e portal Juína News, o acusado confessou com detalhes de como aconteceu o crime e justificou.

- Eu só tenho a dizer a família dela que não foi intenção nenhuma fazer um mal pra ela. Já faz um ano que estou convivendo com ela e só eu e ela sabíamos o que estávamos passando, não foi intenção fazer um mal pra ela, machucar ela – contou Ronaldo, após ser indagado pela reportagem.

Ele relatou que não está “bem da cabeça” que estava tomando remédios e que passou por um psicólogo, e não sabe explicar porque fez isso.

Ainda em entrevista, Ronaldo contou que no dia do crime estava abalado emocionalmente, estava desempregado e que havia sido denunciado no dia 12 deste mês por agressão a conceição. Conta ainda que após sair da audiência de custódia suas coisas (roupas) não estavam mais na casa dela, que ela havia falado que iria ficar com ele e ajudá-lo, porém fez diferente ao afirmar que não queria mais saber dele, e ficou abalado sem saber o que fazer.

Noite do crime

Na noite do crime o acusado estava em casa até 18h30 com a família e saiu para rua e do ‘nada’ bateu a vontade de sair de onde estava e ir lá cometer o crime. Ao chegar ao bar se deparou com a funcionária e única testemunha do crime, e pediu para falar com Conceição. Mesmo não está passando bem a vítima foi atende -lo e nesse momento pediu para que ela voltasse com ele e ficassem numa “boa”, logo após esse contato, ele desferiu vários golpes de faca na mulher.

Para finalizar sua entrevista, Ronaldo por inúmeras vezes pediu “desculpas”, a família dela pelo o que fez.

Pedido de prisão

O delegado de polícia Marco Remuzzi informou que na noite do crime após identificação do autor do feminicidio, representou pela prisão dele que foi deferida pela justiça.

Após audiência de custódia que será realizada ainda hoje, Ronaldo será levado ao CDP, e deverá responder por crime de feminicidio.

Comente esta notícia

Malvineide 29/03/2018

Vê se pedido desculpa traz ela de volta...agora não tá bem de cabeça...tava desempregado....não queria mal dela e se quisesse...vamos unir mulheres de juina contra violência da mulher e mais uma juinense brutalmente morta por homem..se é que pode chamar de homem por que suja os que realmente honram o nome...pior daqui um mês solto...e como tem 23 anos vai matar mas dez mulheres...prisão perpétua

positivo
0
negativo
0

Ana Paula Ramos 28/03/2018

Esse vagabundo deu 36 facadas na minha tia, tentou arrancar uma das mãos e degolar o pescoço e diz q Não teve intenção de fazer o mal??? Piada!

positivo
0
negativo
0

2 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros