Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Mato Grosso Quinta-feira, 13 de Julho de 2023, 10:22 - A | A

Quinta-feira, 13 de Julho de 2023, 10h:22 - A | A

Bombeiros reforçam combate aos incêndios florestais com capacitação de funcionários da Energisa

Com a capacitação, os funcionários estarão aptos a combater os princípios de incêndio, evitando a propagação do fogo

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) capacitou, nesta quarta-feira (12.07), funcionários da Energisa, em Cuiabá, para o combate aos incêndios florestais. O treinamento é resultado de parceria entre a corporação e a concessionária, para garantir mais eficiência no combate ao fogo em áreas vegetação próximas a subestações e linhas de energia.

“Essa parceria entre o Corpo de Bombeiros e Energisa reafirma o compromisso do Governo de Mato Grosso no combate aos incêndios florestais em todo o Estado. Com essa capacitação, os funcionários da concessionária estarão aptos a combater os princípios de incêndio, evitando a propagação do fogo”, afirmou a comandante regional do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Sheila Sebalhos.

Diretor-presidente da Energisa Mato Grosso, Gabriel Alves Pereira Júnior afirmou que esta parceria entre o setor público e privado garante a preservação das riquezas naturais do Estado e um futuro sustentável para os mato-grossenses.

"A parceria é um exemplo essencial da união entre esforços para preservar a natureza e proteger a vida em Mato Grosso. Ao unir o conhecimento técnico e a experiência em prevenção e combate a incêndios florestais do Corpo de Bombeiros com a infraestrutura e o compromisso ambiental da Energisa, estamos construindo um escudo poderoso contra as devastadoras queimadas", ressaltou o diretor-presidente.

Samuel Silva foi um dos dez funcionários capacitados pelo Corpo de Bombeiros nesta quarta-feira. Para ele, é muito importante essa aproximação entre a corporação e a Energisa. 

“Ficamos muito agradecidos pela disponibilidade do Corpo de Bombeiros em nos proporcionar esse curso. É um privilégio estar aqui. Claro, esperamos não ser preciso colocar em prática o que aprendemos hoje, mas, se for necessário, estaremos preparados", disse.

O Curso de Brigadistas Florestais faz parte do plano de ação desenvolvido pelos Bombeiros e Energisa. Além da capacitação técnica de combate, o curso também prepara os colaboradores com medidas de primeiros socorros.Já foram capacitados funcionários em Poconé, Cuiabá e Chapada dos Guimarães, com previsão de capacitação em outros municípios da Baixada Cuiabana.

“Em Mato Grosso está proibido o uso do fogo em áreas rurais desde o início de julho. Entretanto, as condições climáticas favorecem a propagação de incêndio próximo a áreas de risco, como as subestações. Por isso, é essencial que tenhamos funcionários na ponta para garantir a preservação do meio ambiente”, afirmou o sargento, Rodrigo de Melo, instrutor do curso.

Outras ações

A parceria também prevê o mapeamento das áreas com histórico de vulnerabilidade a incêndios florestais, devido proximidade com linhas de transmissão de energia elétrica. Isso possibilita a realização de ações que previnem o início do fogo, como limpeza das áreas, implementação de aceiros e retirada de materiais inflamáveis.

As comunidades que vivem em locais próximos às áreas de conservação ambiental receberam materiais educativos, como cartilhas, folders e vídeos de orientação sobre a importância da preservação ambiental e os cuidados necessários para evitar incêndios florestais e queimadas.

Período proibitivo

Desde de 1º de julho está proibido o uso do fogo para limpeza e manejo de áreas rurais e urbanas em Mato Grosso, conforme o decreto nº 259/2023. O documento declara situação de emergência ambiental entre os meses de maio e novembro, o que possibilita a mobilização de esforços governamentais para a prevenção e combate aos incêndios e as contratações e aquisições necessárias ao período de alto risco de incêndios florestais.

Para o combate de incêndios florestais e desmatamento ilegal neste ano, o Governo destina o investimento de R$ 77,4 milhões. O recurso teve um aumento de 29% em comparação com o investimento de R$ 60 milhões do ano passado e representa o aumento das ações do Governo de MT para conservar o meio ambiente.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros