Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Mato Grosso Segunda-feira, 25 de Setembro de 2023, 16:03 - A | A

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2023, 16h:03 - A | A

Ciopaer realizou 1.720 horas de voo em operações de socorro médico a pacientes do SUS

As aeronaves da corporação são equipadas para transportar pacientes que precisam de atendimentos especializados ou de urgência

Juína News com Assessoria

O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), já realizou 345 operações de serviços aeromédicos no estado de Mato Grosso de 2020 até a primeira quinzena de setembro, somando 1.720 horas de voo. As atividades iniciaram há três anos em colaboração com a Secretaria de Estado de Saúde (SES). As missões permitem o transporte de pacientes enfermos que precisam de atendimento médico com urgência ou tratamentos especializados indisponíveis nas cidades onde residem.

A parceria permite a atuação rápida com o uso das aeronaves especialmente equipadas para atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). As ações garantem aos pacientes tratamento médico especializado, remoções emergenciais, transplantes, transportes de vacinas, captação de órgãos e outros procedimentos, de forma eficaz.

Desde que o Ciopaer deu início às ações com a SES foram realizadas centenas de operações em colaboração.

Em 2020, foram realizadas 34 missões, completando 129 horas de voo. Já em 2021, foram 158 operações, em 863 horas de voo, e, em 2022, 109 operações e 532 horas de voo. Até a primeira quinzena de setembro deste ano, o Ciopaer prestou 44 atendimentos de transporte aeromédico, em 194 horas de voo.

O papel do Centro Integrado é crucial para muitos cidadãos. Para o tenente coronel Lima Júnior, coordenador do Ciopaer, tais ações são mais que meros voos. Elas representam um esforço humanitário em prol da saúde dos cidadãos mato-grossenses e permitem que eles voltem aos seus lares com mais qualidade de vida.


 

O coordenador do Tratamento Fora do Domicílio (TFD) da SES, Marcos Vinicius Souza, afirma que a colaboração é uma ponte vital entre segurança e saúde pública.

“O Ciopaer hoje é um canal de locomoção essencial para o bom desenvolvimento do TFD. Todos os nossos chamados para agendar trajetos de ida/volta de nossos pacientes são atendidos de forma rápida, ágil, com segurança e o que mais importa, a sensibilidade em atender os usuários do SUS que já nos elogiam por não precisar passar por constrangimentos em aeroportos e até mesmo dentro de aeronaves comerciais. Dando-lhes mais conforto e credibilidade no serviço de Saúde da SES”, pontua.

O Centro Integrado de Operações Aéreas foi criado em 2006. Durante os seus 17 anos de cooperação com a sociedade, já realizou milhares de ações em prol das necessidades de Mato Grosso.

*Sob supervisão de Fabiana Mendes 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros