Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Mato Grosso Segunda-feira, 08 de Maio de 2023, 09:23 - A | A

Segunda-feira, 08 de Maio de 2023, 09h:23 - A | A

Gestão da BR-163 não influencia MT a assumir parque nacional, avalia Mendes

Governador Mauro Mendes (União) não crê que o desfecho com as negociações da BR-163 possa, de certa direta, favorecer as negociações com o governo federal em relação à concessão do Parque Nacional Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá).

Na quinta-feira (5), Mendes esteve em Brasília para a assinar o termo de transferência da rodovia, numa cerimônia que foi realizada no Palácio do Planalto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No entanto, o chefe do Executivo negou ter conversado com o petista sobre o assunto. “Não tem interferência uma coisa com a outra e ontem não conversamos sobre isso”.

Apesar de negociações distintas, assim como fez com a BR-163, Mendes busca assumir o controle do Parque Chapada por meio de uma concessão. Contudo, o gestor tem enfrentado resistência de ambientalistas e aguarda o aval do Ministério do Meio Ambiente para assumir a administração da área, que possui alto potencial para exploração turística além do que já representa atualmente, com turistas do Brasil e exterior.

A unidade de conservação foi leiloada pelo governo Jair Bolsonaro (PL) e é administrada pela empresa Parques Fundos de Investimento de Participação e Infraestrutura, que pagou R$ 1 milhão à União. O contrato tem validade de 30 anos e prevê R$ 18,5 milhões em investimentos.

O governo de Mato Grosso buscar garantir à União que, se os cuidados e gestão da Chapada dos Guimarães forem transferidos ao Governo de Mato Grosso, serão investidos R$ 200 milhões nos próximos 4 anos.

 

 

Fonte: GD

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros