Juína/MT, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

24 de Junho de 2024


Mundo Segunda-feira, 27 de Março de 2023, 09:21 - A | A

Segunda-feira, 27 de Março de 2023, 09h:21 - A | A

Mãe se revolta ao ver filho com a boca tampada por fita adesiva como punição de professora

Uma mãe ficou extremamente irritada após receber uma foto de seu filho com a boca coberta por camadas de fita adesiva enquanto estava na escola Smithfield Middle, na Carolina do Norte (EUA). Ela revela que isso foi obra de uma punição dada por uma professora após alegar que o menino estava falando muito durante a aula. Tudo aconteceu no dia 14 de fevereiro, mas só foi divulgado nesta sexta (24) pelo The Sun.

Em uma postagem nas redes sociais, Catherine Webster, condenou o castigo que seu filho de 11 anos, Brady, recebeu da Sra. Felix. Catherine conta que a punição ao menino foi feita por ele ser muito tagarela, além de ficar sempre fazendo brincadeiras. Em seu post, ela também diz que nada justifica a atitude da professora. 

Furiosa, a mãe do menino completa afirmando que o garoto enviou uma mensagem dizendo 'não sei o que fazer', após ser humilhado na frente de seus colegas de sala. Catherine correu para o local e confrontou o diretor da instituição sobre o tratamento arcaico que vinha acontecendo supostamente havia meses.

 
Segundo Catherine, seu filho revelou que outros alunos também recebiam punições parecidas, e tiveram os pulsos amarrados, além de serem gravados por Felix em vídeo.

Ela explica que Brady muitas vezes dá risada quando está nervoso ou desconfortável, por isso todos devem ter achado que ele estava gostando da "brincadeira".

"Talvez ele tenha rido, parado em sua sala de aula na frente de 20 e poucos colegas enquanto ela uma fita em cima da outra em mais da metade do rosto dele".

A professora, que começou a trabalhar na escola no ano passado, se demitiu após o incidente. Ela, que é estrangeira (não foi divulgada de qual país) também teve o visto cassado, o que a impede de trabalhar novamente nos EUA.

 

 

Fonte: R7

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros