Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Sabado
26 de Setembro de 2020




Surto de pneumonia mortal no Cazaquistão pode ser Covid-19, diz OMS

Embaixada chinesa no Cazaquistão disse na quinta (9) que há uma pneumonia local, ainda com causa desconhecida, com uma mortalidade maior do que a da Covid-19

10 de Julho de 2020
- Fonte: G1 - Atualizado 10/07/2020 15:27:26
Profissional de saúde colhe material de teste para Covid-19 em Almaty, no Cazaquistão, em 5 de julho.   Foto: Ruslan Pryanikov / AFP

Profissional de saúde colhe material de teste para Covid-19 em Almaty, no Cazaquistão, em 5 de julho. Foto: Ruslan Pryanikov / AFP

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta sexta-feira (10) que o relato de um "novo surto de pneumonia" no Cazaquistão pode ter relação com casos de coronavírus Sars-Cov-2 não diagnosticados.
 
"É possível que esses casos de pneumonia [no Cazaquistão] sejam casos da Covid-19 não diagnosticados", afirmou Michael Ryan, diretor de emergências da OMS.
 
"Vamos investigar propriamente esses casos", disse Ryan.
 
Na quinta-feira (9), a embaixada da China disse que há um surto de pneumonia local no Cazaquistão, ainda com causa desconhecida, com uma mortalidade maior do que a do Sars CoV-2.
 
De acordo com a embaixada chinesa, a doença já causou 1.772 mortes no primeiro semestre de 2020 – 628 delas em junho. Três regiões do Cazaquistão estão afetadas e entre as vítimas estariam cidadãos chineses. O Cazaquistão negou as afirmações.
 
Novo recorde de casos da Covid-19
 
Mais de 12 milhões de casos de coronavírus foram relatados até esta sexta, sendo que metade deles foram registrados somente nas últimas seis semanas, segundo a OMS.
 
"Nas últimas 6 semanas, os casos mais que dobraram", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanon.
 
Nas últimas 24 horas, o mundo registrou um novo recorde de novos casos da Covid-19, com 228.102 novos registros.
 
Os maiores aumentos foram nos Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul, de acordo com um relatório diário
 
Na quinta-feira (9), durante a reunião dos estados membros, a OMS alertou que a pandemia continua se acelerando pelo mundo e que maioria dos países não conseguiu controlá-la.
 
Transmissão pelo ar
 
Na terça (7), a OMS reconheceu que o coronavírus pode ser transmitido pelo ar, e não somente pelo contato com as gotículas expelidas por pessoas infectadas, como vinha afirmando.
 
A líder técnica para prevenção e controle de infecções da OMS, Benedetta Allegranzi, reconheceu que estão surgindo novas evidências desse risco de contágio pelo ar, mas afirmou que elas não são definitivas e que ainda é preciso reuni-las e interpretadas.
 
Allegranzi destacou que a OMS já recomenda que as pessoas evitem ambientes fechados e lotados, mantenham o distanciamento e usem a máscara em determinadas situações. Sugere ventilação adequada para ambientes internos.
 
Na quinta, a Organização publicou novo documento com as atualizações sobre o modo de transmissão do coronavírus pelo ar.
 
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2020 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.