Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Quinta
19 de Setembro de 2019

Anuncio



Vamos trabalhar no Senado para incluir estados e municípios

Câmara aprovou o texto-base na noite quarta; sete dos oito deputados votaram a favor

11 de Julho de 2019
- Fonte: Cintia Borges/Midia News
Reprodução

Reprodução

 governador Mauro Mendes (DEM) afirmou que vai iniciar uma articulação no Senado para conseguir a inclusão de estados e munícipios na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da Reforma da Previdência.
 
Por 379 votos a favor e 131 contra, os deputados federais aprovaram o texto-base da Reforma da Previdência na Câmara, na noite de quarta-feira (10). Agora, os parlamentares deverão votar destaques e emendas – que alteram pontos específicos do texto.
 
O governador foi a Brasília na quarta-feira e se reuniu com a bancada federal após a votação da Câmara. Em vídeo divulgado nas redes sociais, ele agradeceu a atuação da bancada federal. Entre os oito deputados federais do Estado, apenas Rosa Neide (PT) votou contra.
 
“Quero agradecer aos nossos deputados que votaram a favor. Rosa Neide não votou, mas é uma representante do nosso Estado de Mato Grosso, mas a nossa bancada votou. Vamos, agora, trabalhar no Senado para inclusão dos estados e municípios para o bem do Brasil”, disse o governador. 
 
Caso o Senado não inclua estados e municípios no texto, os entes que quiserem alterar as regras do sistemas previdenciários deverão elaborar um projetos de lei à serem aprovados pelos legislativos locais. 
 
Mendes afirmou no vídeo que a Reforma da Previdência trará crescimento econômico e geração de emprego.
 
“Eu tenho certeza que isso vai trazer crescimento, geração de emprego, vai fazer o Brasil voltar a crescer e todos nós brasileiros iremos ganhar com isso. Obrigada aos nossos deputados. [...] Agradecer aí por essa votação importante para o Brasil e para Mato Grosso. Vamos agora trabalhar no Senado", finalizou.
 
Representação de MT
 
Votaram favoráveis a reforma os parlamentares mato-grossenses Carlos Bezerra (MDB), Dr. Leonardo (SD), Emanuel Pinheiro Neto (PTB), José Medeiros (Pode), Juarez Costa (MDB), Nelson Barbudo (PSL) e Neri Geller (PP).
 
Caso aprovada em segundo turno, o texto da reforma segue para análise do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos. Lá serão necessários a aprovação de 49, dos 81 senadores. 
 
Em Mato Grosso, os senadores Selma Arruda (PSL) e Jaime Campos (DEM) já se mostraram favoráveis a inclusão de Estados e Municípios à reforma. O senador Wellington Fagundes (PR) se diz contrário ao texto da PEC.
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2019 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.