Carregando...
Carregando


Juína News

Hoje Quarta
21 de Agosto de 2019

Anuncio



Reprodução

Vídeos mostram 2 ex-deputados e ex-secretária recebendo dinheiro

28 de Agosto de 2017
- Fonte: Welington Sabino, editor do GD

Novos vídeos de políticos de Mato Grosso recebendo propina que era paga pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e que fazem parte da da delação premiada do peemedebista homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) foram divulgados pelo Jornal Nacional na edição desta segunda-feira (29).

Desta vez, os flagrantes feitos por Silvio Cézar Araújo Corrêa, ex-chefe de gabinete de Silval, mostram os ex-deputados estaduais Antônio Azambuja (PP) e Airton Rondina Luiz, o Airton Português (PSD), recebendo o mensalinho em troca de apoio político e de não investigar esquemas de corrupção na gestão do ex-governador.

A ex-secretária de Turismo, Vanice Marques (PSD), irmã de Airton Português, também recebe propina ao lado do irmão e então parlamentar e coloca os maços de dinheiro dentro da bolsa. Ela foi secretária de Turismo entre novembro de 2009 e dezembro de 2010. O último cargo político que Vanice ocupou foi de secretária-adjunta de Estrutura Escolar da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) na gestão Silval. Ela que deixou o cargo em abril de 2013 criticando falta de transparência e ingerência em diversos níveis na Pasta.

No caso de Azambuja, a gravação mostra ele recebendo vários maços de dinheiro e colocando dentro de uma pasta. O dinheiro não coube tudo dentro da pasta. Após algumas tentativas sem sucesso de ajeitar todos os maços dentro da pasta, ele coloca parte do dinheiro no bolso do paletó.

Nas eleições de 2014, Airton Português disputou a reeleição, mas não obteve êxito. Ficou como suplente com 16.748 votos. Já Antônio Azambuja, que é médico e possui reduto eleitoral na região oeste do Estado (Pontes e Lacerda), não disputou a reeleição no último pleito. Ele até colocou o nome na disputa, mas renunciou à candidatura.

Baiano Filho cobra sua parte

Outro que aparece nas gravações é o deputado Baiano Filho (PSDB). Ele não é flagrado recebendo maços de dinheiro, mas o áudio do vídeo mostra que estava lá para cobrar a parte dele. Discute valores e pressiona Silvio Araújo para que agilize sua parte no esquema e questiona se o acordo não será cumprido.

A pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os fatos revelados por Silval na delação passaram a ser investigados com autorização do Supremo Tribunal Federal. O minitro Luiz Fux, relator do caso, autorizou abertura de inquérito para apurar crimes como corrupção e lavagem de dinheiro.

Todos os políticos citados na delação, com ou sem mandato eletivo, serão investigados, conforme solicotou Janot. A partir de agora, a Procuradoria Geral da República vai analisar cada um dos fatos revelados por Silval no acordo de delaçã premiada.

 

 

 

Veja o vídeo

  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Google
0 - COMENTÁRIO
Deixe seu comentário



O site www.juinanews.com.br foi criado em 2008 com o único objetivo de levar as informações e as notícias do município de Juína e toda região.

Com o Juína News, você fica informado. As notícias são imparciais, volte sempre.

© 2008 - 2019 - A notícia certa, na hora certa.
Todos os direitos reservados.