Juína/MT, 22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 17 de Abril de 2023, 12:48 - A | A

Segunda-feira, 17 de Abril de 2023, 12h:48 - A | A

BARRIGAS DE ALUGUEL

Falsas grávidas tentam entrar na PCE levando drogas no corpo

Caso aconteceu na manhã de domingo, durante horário de visita; elas vão responder por tráfico

Da Redação

Vinte mulheres foram presas após serem identificadas por policiais penais tentando entrar, no domingo (16.04), na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, com carteiras de visitantes falsas. Duas delas estavam com papelotes de drogas escondidos em falsas barriga de grávida. Elas alegaram que visitariam os companheiros.

Com as duas visitantes foram apreendidos 1.785 kg de entorpecentes análogos à maconha, pasta-base de cocaína e cocaína. De acordo com o diretor da PCE, Arnold Pacheco, a descoberta da droga foi feita durante revista de rotina realizada pelas policiais penais.

As mulheres passavam pelo scanner corporal quando levantaram suspeitas das agentes. Uma delas usava duas cuecas e com ela foram encontrados onze pacotes, totalizando 1.025 kg de drogas. A substância estava embrulhada com plástico insulfilm e presa entre seu o corpo e a roupa íntima que ela usava. Com a outra, de 19 anos, foram localizados outros três pacotes, contendo 760 gramas de entorpecente.

A polícia penal também identificou que as mulheres não tinham feito a solicitação da produção das carteiras de visitantes, pois não constavam protocolos de entrada para a confecção dos documentos, apontando que eram falsos. Além disso, os dispositivos de segurança QR Code não eram compatíveis com nenhum código utilizado nas Carteiras Individuais de Visitantes (CIV), emitidas pela Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária (Saap) da Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

As mulheres, a droga e todas as carteiras foram apreendidas e encaminhadas para a Central de Flagrantes para as devidas providências que o caso requer.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews 

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros