Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 16 de Outubro de 2023, 12:55 - A | A

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2023, 12h:55 - A | A

Polícias bem equipadas

Governo de MT já entregou mais de 22 mil armas para modernização das forças de segurança

Investimentos representam mais de R$ 77 milhões e colocam as polícias de MT como as mais bem equipadas do país

Juína News com Assessoria

O Governo de Mato Grosso já entregou mais de 22 mil armas aos agentes da Segurança Pública de Mato Grosso. O armamento, que conta com pistolas, fuzis, espingardas, entre outros materiais bélicos, é resultado do investimento de R$ 77 milhões feito pelo governador Mauro Mendes desde o início de sua gestão, em 2019, até a primeira semana de outubro de 2023.

Para reestruturação e modernização das forças de segurança, somente da fabricante Glock, considerada uma das mais modernas do mercado, o Governo do Estado entregou 12.108 pistolas para que cada agente tenha sua própria arma de cautela permanente.

Atuante em rondas ostensivas de repressão ao crime, a Polícia Militar recebeu 7.914 Glocks, com investimento de R$ 27,5 milhões. Para a Polícia Judiciária Civil, o Governo do Estado entregou 3.500 Glocks, equivalente ao investimento de R$ 7,9 milhões.

O sistema prisional também passa pelo processo de reestruturação e modernização e recebeu, até o momento, investimento de R$ 2,1 milhões para destinação de 694 Glocks aos policiais penais de Mato Grosso. Os recursos para a Segurança Pública também incluem entrega de armas ao Corpo de Bombeiros, com aporte de R$ 328 mil, e destinação de 200 pistolas Glocks.

O secretário de Segurança Pública, coronel PM César Roveri, enfatiza que os recursos possibilitam às polícias de Mato Grosso a figurar entre as mais bem equipadas do país e garantem mais qualidade na prestação de serviço à população.

“Os volumosos investimentos que o governador Mauro Mendes tem feito, desde o seu primeiro mandato, e que continuam nessa segunda gestão, são fundamentais e oferecem condições para as forças policiais atuarem firmemente contra a criminalidade. Isso coloca o Estado de Mato Grosso no mapa nacional como uma das policiais mais bem equipadas do Brasil”, reforça Roveri.


Marcos Vergueiro - Secom-MT

“Os equipamentos, como os armamentos modernos e potentes adquiridos, aparelham nossos policiais e melhoram a resposta em grandes ocorrências e eventos criminosos que o estado já sofreu e possa vir a sofrer. Esse é o exemplo da tentativa de roubo em Confresa, em abril deste ano, que teve desdobramento no estado do Tocantins com a operação Canguçu”, cita.

“A resposta de Mato Grosso a esse caso mostrou que estávamos preparados, com policiais e equipados. A resposta foi à altura da gravidade do crime praticado”, acrescenta o secretário.

Polícias equipadas

As unidades especializadas também foram fortalecidas com grandes investimentos. O Governo do Estado entregou fuzis, metralhadoras e espingardas de última geração ao Cento Integrado de Operações Aéreas (CIOPAer), Força Tática, Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Batalhão de Operações Especiais (Bope).

O comandante do Bope, tenente-coronel Frederico Lopes, destaca que as armas modernas garantem maior efetividade nas ações e a mais confiança do operador do equipamento. 

“Todo esse incremento técnico garante um serviço de qualidade ao cidadão, principalmente pelo fato de as ações do Bope estarem cada vez mais intensas devido a atuação de forma inteligente, por meio do trabalho de levantamento das informações de segurança pública”, diz.


Christiano Antonucci - Secom - MT

O Governo do Estado também investiu em equipamentos não-letais para a Polícia Militar, e destinou R$ 13, 9 milhões para compra de pistolas de incapacitação neuromuscular, munições de borracha, granadas de gás lacrimogêneo, entre outros. O armamento possibilita o uso progressivo da força em ocorrências que não há necessidade de emprego de arma de fogo.
 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros