Juína/MT, 25 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

25 de Julho de 2024


Polícia Quarta-feira, 16 de Agosto de 2023, 08:03 - A | A

Quarta-feira, 16 de Agosto de 2023, 08h:03 - A | A

09 pessoas autuadas

Homem de 30 anos foi morto por briga entre facções em Juína; saiba quem foram os presos pela Polícia Civil

Homicídio ocorreu na madrugada de sábado e foi registrado por câmeras de monitoramento

Juína News

Bruno de Oliveira Da Silva, vulgo “Bruninho”, de 30 anos de idade que foi morto a tiros na madrugada de sábado, dia 12, em frente ao bar da Glória na avenida Londrina no bairro Módulo 05, na cidade de Juína, em Mato Grosso, foi assassinado em um acerto de contas entre duas organizações criminosas – PCC e Comando Vermelho.

A informação é da Polícia Judiciária Civil que na manhã desta terça-feira, dia 15, realizou diligências e efetuou a prisão de 07 suspeitos, apreendeu 03 armas de fogo, droga e dinheiro, e apreendeu dois menores de idade.

As prisões

Em entrevista, o delegado responsável pelo caso, Dr. Ronaldo Binoti Filho disse que a ação resultou em uma diligência realizada na data de ontem, onde nove pessoas, foram conduzidas a delegacia de polícia.

Segundo o delegado, os suspeitos estavam em uma residência no bairro Módulo 06, e uma equipe de investigadores foi até o local e encontrou dois indivíduos com armas na cintura, sendo uma das armas usada no crime de homicídio, e também foi apreendido no local uma considerável quantidade de drogas, que segundo o delegado era de propriedade dos suspeitos que são de uma facção rival Primeiro Comando da Capital (PCC) que vieram ao município de Juína para eliminar pessoas de uma outra facção, denominada Comando Vermelho (CV).

Durante apuração ficou evidenciado que Dheimison Vasconcelos Pereira, vulgo “Mizuno” e Tharlison Pereira Aires, vulgo “TH”, foram os executores de Bruninho que foi morto com vários tiros.

Mais execuções

Para o delegado Ronaldo Binoti Filho, através da intervenção da Polícia Civil, novos crimes de homicídios que estavam planejados pelos suspeitos e que seriam executados nos próximos dias, foram evitados.

Para chegar até os autores do homicídio, imagens de câmeras de circuito interno de monitoramento foram utilizadas para identifica-los. Os adolescentes apreendidos responderão a atos infracionais.

Motivação

Conforme as investigações, Bruno foi morto devido a um desentendimento da vítima e sua mãe para com a mãe de um dos suspeitos, e no ato de se vingar, mataram Bruno. Um dos suspeitos que já tem passagens pela polícia na capital Cuiabá, estava em liberdade apenas um mês, e ao saber que sua mãe havia sofrido ameaças por Bruno e a mãe dele, decidiu então se aliar a facção e cometer o crime.

Outros presos

O site Juína Newsa apurou que, além dos suspeitos do homicídio Dheimison Vasconcelos Pereira, vulgo “Mizuno” e Tharlison Pereira Aires, vulgo “TH”, foram presos também: Matheus Henrique Da Silva Mendes, vulgo “Oitavo Anjo”, Felipe Fermino De Souza de 19 anos, Wesley Henrique Fernandes Rodrigues, vulgo “Montana”, este foragido da última operação da Polícia Civil e estava com mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas e organização criminosa, Bruno Dos Santos Barbosa, de 19 anos, e João Vitor De Oliveira Souza de 19 anos.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

Armas de fogo apreendidas pela PJC/Juína

Armas de fogo apreendidas pela PJC/Juína

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros