Juína/MT, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

21 de Julho de 2024


Polícia Terça-feira, 08 de Agosto de 2023, 08:36 - A | A

Terça-feira, 08 de Agosto de 2023, 08h:36 - A | A

Homem é preso por assediar menina de 08 anos dentro de supermercado em Porto dos Gaúchos

O fato foi registrado no boletim de ocorrências como estupro de vulnerável

A Polícia Militar do 1ª Pelotão de Porto dos Gaúchos, foi acionada para atender uma ocorrência de assédio e estupro de vulnerável, praticado contra uma criança de apenas 08 anos de idade, no interior de um Supermercado, localizado no centro daquela cidade.

De acordo com as informações constantes no boletim de ocorrências número 2023.218921, a mãe da criança se dirigiu para um estabelecimento comercial da cidade, para fazer compras, sendo que sua filha a acompanhou.

Durante as compras, a menina se dispersou da mãe e ficou andando dentro do Supermercado, porém, ao passar com as compras no caixa, a senhora notou que um homem estava seguindo sua filha.

Ela relatou que o suspeito se aproximou e perguntou se sua filha se chamava Julinha, sendo respondido que não, porém, o suspeito insistia em se aproximar.

Posteriormente, a menor disse que durante todo o tempo que sua mãe estava atenta as compras, um suspeito a estava seguindo. A criança relatou que por duas vezes que foi ao banheiro, o elemento a seguiu até lá, porém não entrou, permanecendo próximo.

O homem esperou e quando ela saiu, passou a mão no braço da criança. A mãe disse para o suspeito se afastar pois não era atitude incomodar sua filha que ainda era uma criança.

O suspeito tentou se desculpar para se livrar da responsabilidade dos seus atos, ao tempo que continuou se aproximando e sentou-se ao lado da declarante. Neste momento, a mãe ficou nervosa e disse para o homem sair pois chamaria a polícia.

A mãe disse que a criança estava com muito medo e disse que o suspeito a chamou para entrar em seu carro, mas ela recusou e procurou sua mãe para reclamar esse fato.

Foi então que o suspeito saiu conduzindo o carro em que estava (veículo celta, cor branca). Logo em seguida a guarnição foi até a residência do suspeito, sendo que o mesmo tinha acabado de chegar em sua casa e ainda usava as mesmas vestes de quando estava no referido estabelecimento.

O noticiado foi conduzido pelos policiais para a Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Porto dos Gaúchos, sendo necessário o uso de algemas.

 

 

Fonte: Show de Noticias

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros