Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Polícia Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2023, 10:53 - A | A

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2023, 10h:53 - A | A

Juiz aponta ferimentos em engenheiro, mas mantém prisão dele e de presidente de associação

Luiza Vieira da Costa, 27, e Anderson Ramos da Cruz, 36, tiveram suas prisões mantidas pelo juiz Wagner Plaza Machado Junior, da Vara Criminal de Rondonópolis. Os dois foram alvos da Operação Armadillo, que cumpriu mandados contra os envolvidos no planejamento e execução de um túnel que seguia em direção à Penitenciária Central do Estado (PCE). Foram constatadas lesões em Anderson. 

Eles passaram por audiência de custódia na tarde desta quinta-feira (26). Ambos respondem ao crime de promoção, constituição, financiamento ou integração de Organização Criminosa.

O magistrado relatou que, na audiência, as partes não fizeram requerimentos. Os mandados de prisão foram expedidos pela 13ª Vara Criminal de Cuiabá. Como as prisões foram convertidas em preventivas, os processos foram remetidos à 4ª Vara Criminal de Rondonópolis.

A prisão de Luiza ocorreu sem incidentes. Já com relação à Anderson, o juiz destacou que o laudo do exame de corpo de delito apontou lesões recentes à prisão. Ele remeteu os autos ao Ministério Público para as devidas providências.

Alvos de operação 

A escavação do túnel foi descoberta em setembro de 2022, ocasião em que foram presos os criminosos que atuavam no trabalho braçal, todos eles recrutados no Piauí.

Os suspeitos de planejar e prestar apoio logístico à empreitada foram presos na quarta-feira (25). Luiza é Presidente da Associação dos Familiares e Amigos de Recuperandos de Rondonópolis e Anderson é engenheiro. As condutas deles ainda não foram especificadas pela polícia.

 

 

Fonte: GD

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros