Juína/MT, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

24 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 00:00 - A | A

Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 00h:00 - A | A

Juiz arbitra fiança de 5 salários para motorista que dirigia embriagado e atropelou motociclista em Juína

Juína News

O delegado de polícia Romildo Nogueira da Fonseca Junior autuou em dois crimes o motorista de um veículo Gol de cor vermelha Denilson Oliveira Marangoni, 25, que dirigindo embriagado atropelou o jovem Ian Carlos Rodrigues Guedes, 23, que pilotava uma motocicleta Bros ontem à noite num cruzamento da Rua Terra Rica, no bairro, módulo – 5, na cidade de Juína/MT.

Romildo informou que o crime cometido não cabe fiança, por isso o suspeito foi levado para audiência de custódia nesta segunda-feira, no fórum da comarca de Juína.

“Mais uma vez aqui estamos diante de um acidente de trânsito grave, onde a vítima ficou gravemente lesionada, algumas costelas fraturadas e outras lesões. O crime que ele provocou com lesão grave combinado com a embriaguez, a pena máxima é de 5 anos, não cabe fiança pela autoridade policial, ele será levado a audiência de custódia no fórum do município e o juiz da comarca poderá ou não converter a prisão em flagrante por prisão preventiva ou arbitrar fiança”– ressaltou.

Audiência de custódia

Levado para audiência de custódia no fim da tarde de hoje, o juiz manteve a prisão em flagrante de Denilson, no entanto, arbitrou fiança de 5 salários mínimos para o suspeito que foi paga, e ele ganhou o direito de responder os crimes em liberdade.

Ações das polícias

De acordo com o delegado, durante as próximas semanas serão feitas blitz ostensivas pela Polícia Militar e Polícia Civil para coibir a prática de diversos delitos no trânsito do município e evitar que acidentes graves aconteçam.

“Tanto a polícia civil quanto a polícia militar realiza blitz e abordagens policiais, principalmente nos finais de semana e neste fim de ano as policias se unem e creio que nas próximas semanas teremos blitz e ações integradas para coibir esses delitos” – alertou.

O acidente

O cruzamento da Rua Terra Rica no bairro módulo – 5, mais uma vez teve registro de um grave acidente de trânsito envolvendo um veículo Gol e uma motocicleta Bros. Este cruzamento é o mesmo onde no dia 23 de novembro Jean Uillian Julio, de 32 anos, morreu após capotar um Saveiro Cross de cor azul. O local é desprovido de sinalização e os moradores pedem providências do poder público.

Segundo informações da polícia militar que atendeu a ocorrência, o condutor da motocicleta Bros, Ian Carlos Rodrigues Guedes, 23, foi atingido por um veículo Gol conduzido por Denilson Oliveira Marangoni, 25, que aparentava embriaguez. Ele disse aos policiais que trafegava pela Rua Terra Rica e no cruzamento, após invadir a preferencial, colidiu na motocicleta.

Ian não tinha condições de dar sua versão do acidente, ele foi socorrido pelos profissionais do SAMU e levado para a UPA 24 horas.

À polícia, a equipe médica contou que o motociclista sofreu escoriações no corpo, fratura no braço esquerdo e havia suspeita de traumatismo craniano encefálico.

Os veículos ficaram danificados e não foi possível removê-los, por muito pouco, o Gol vermelho não invadiu uma residência e provocou mais danos.

Denilson se negou a fazer o teste do etilômetro, mas foi feito um auto de constatação de embriaguez e ele acabou sendo preso em flagrante por dirigir veículo sob influência de álcool tendo sua CNH apreendida.

 

Comente esta notícia

ELMA OLIVEIRA NUNES 10/12/2019

Descordo quanto falar que o local não tem sinalização, tem sim placa de pare dando preferência, o que falta é os condutores ser mais educado no trânsito, ainda mais quando se trata de um cruzamento ambos precisam ficar atentos.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros