Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Polícia Domingo, 29 de Janeiro de 2023, 11:45 - A | A

Domingo, 29 de Janeiro de 2023, 11h:45 - A | A

PJC

Operação PC Retomada teve 531 presos e 725 ordens judiciais cumpridas em MT

Operação faz parte do planejamento operacional da Polícia Civil com atividades investigativas e cumprimento de mandados em âmbito estadual

Juína News com assessoria

A Polícia Civil de Mato Grosso cumpriu 725 ordens judiciais, entre mandados de prisão preventivas e temporárias e de busca e apreensão, que resultaram na prisão de mais de 530 pessoas durante a operação PC Retomada, deflagrada para combate ao tráfico de drogas e crimes relacionados.

Coordenada pelas Diretorias Geral e Adjunta, a operação realizada no último trimestre de 2022 faz parte do planejamento operacional da Polícia Civil, que instituiu operações em âmbito estadual, com atividades investigativas e cumprimento de mandados em todo Estado, contando com a participação de todas as Regionais.

As diversas ações realizadas entre os meses de setembro a dezembro de 2022 resultaram em 415 mandados de prisão cumpridos, 310 mandados de busca e apreensão domiciliar, além de 116 pessoas presas em flagrantes, nove menores infratores apreendidos, 82 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) lavrados.

As ações contaram com a participação de 1.088 policiais civis, entre investigadores, escrivães e delegados das Diretorias de Atividades Especiais, Metropolitana e do Interior, tendo sido planejada pela Diretoria Geral e executada entre os meses de setembro a dezembro de 2022, envolvendo todas as Regionais do estado de Mato Grosso.

Durante os trabalhos, foram 45 armas de fogo e centenas de munições tiradas de circulação e aproximadamente R$ 40 mil em dinheiro apreendidos, além da apreensão de porções de entorpecentes, apetrechos relacionados à atividade de tráfico, diversos objetos de origem ilícita como aparelhos celulares, maquininhas de cartão, ferramentas, entre outros.

A Diretoria Geral esclarece que as operações de âmbito estadual continuarão, principalmente em razão da expressividade do resultado atingido pela instituição, especialmente no combate à organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas, furtos, roubos e homicídios.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros