Juína/MT, 19 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

19 de Junho de 2024


Polícia Sexta-feira, 03 de Fevereiro de 2023, 09:30 - A | A

Sexta-feira, 03 de Fevereiro de 2023, 09h:30 - A | A

flagrante

Polícia Civil apreende 10,8 m³ de madeira extraída em área de conservação em Colniza

Ação prendeu um homem em flagrante por crime ambiental e apreendeu um trator usado no crime

Da Redação

A Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) apreendeu um caminhão com mais de 10,8 m³ de madeira extraída ilegalmente de unidades de conservação, em Colniza (1.065 km a noroeste de Cuiabá), e prendeu em flagrante um homem suspeito do crime. 

O proprietário da área, que não estava no local no momento da ação policial, foi identificado e responderá em inquérito policial pelo crime.

A equipe da Dema realizava diligências na região do Mosaico do Apuí, onde encontram-se unidades de conservação, incluindo a Estação Ecológica Igarapés de Juruena, quando viu um caminhão carregado com toras de madeira, dentro de uma propriedade rural.

Os policiais encontraram o condutor do caminhão, que questionado, confessou que estava atuando com a extração de madeira na região. Ele disse à polícia que o proprietário da área havia contratado ele para a retirada da madeira seca e as que dessem corte, que poderiam cair no gado que ficava ao lado.

Das madeiras apreendidas, duas toras eram de “Pau Sangue” e uma de cedro marinheiro. O caminhão com as toras e um trator que também era utilizado na extração foram apreendidos e o suspeito conduzido à delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime.

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros