Juína/MT, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

24 de Junho de 2024


Polícia Quinta-feira, 10 de Agosto de 2023, 14:45 - A | A

Quinta-feira, 10 de Agosto de 2023, 14h:45 - A | A

Polícia Civil prende mulher que matou idoso a facadas por vingança em Cotriguaçu

Juína News

A Polícia Judiciária Civil em Cotriguaçu, noroeste do estado de Mato Grosso, conseguiu dar uma resposta rápida a sociedade, identificando, localizando e prendendo uma mulher acusada de ter assassinado com golpes de arma branca um idoso de 71 anos, na noite do dia 07 de agosto de 2023, conforme matéria já publicada no site Juína News. A prisão ocorreu nesta quarta-feira, dia 09.

Relembre: Polícia Civil investiga assassinato violento de idoso em Cotriguaçu

Ao tomar ciência dos fatos, a Polícia Judiciária Civil, traçou uma linha de investigação e chegou a uma suspeita por nome de Zeleide Vaz Pinheiro, que foi presa e ouvida na delegacia de Cotriguaçu.

O site Juína News apurou que em depoimento, a suspeita confessou o crime e detalhou que foi até a residência da vítima Augusto De Oliveira no começo da noite do dia 07, já com tudo premeditado, uma vez que a suspeita alega que a vítima em companhia de outras pessoas mataram seu irmão no passado.

Para ganhar a confiança da vítima, a suspeita disse que teria ido até sua casa a fim de tomar pinga, momento em que o idoso foi servi-la, ela em posse de uma faca deferiu-lhe um golpe a altura do peito, vindo está a cair sentado sobre a cama. Em seguida ela fugiu do local e ainda perdeu seu aparelho celular com imagens da vítima morta.

Ainda de acordo com relatos de Zeleide, o idoso em companhia de mais duas pessoas mataram seu irmão, Vilmar Vaz Pinheiro, e este fato foi o que a motivou a ir até casa dele e fazer justiça com as próprias mãos, porém, alegou que no momento em que cometeu o crime, estava totalmente alcoolizada.

Outras pessoas próximas da suspeita haviam relatado que ela sempre falava que vingaria a morte de seu irmão.

Após sua confissão a suspeita que foi autuada em flagrante delito pelo crime de homicídio teve a prisão convertida em preventiva.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros