Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Polícia Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2023, 13:41 - A | A

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2023, 13h:41 - A | A

Polícia Judiciária Civil

Polícia Civil prende suspeito que confessou oito crimes de furto e mais três pessoas por receptação em Aripuanã

Quatro pessoas foram detidas suspeitas de ligação com furtos e receptação.

A Polícia Judiciária Civil de Aripuanã prendeu na manhã deste domingo (22), no bairro Jardim Planalto, um indivíduo de 25 anos por múltiplos crimes de furto qualificado em estabelecimentos comerciais. O investigado confessou ter praticado oito crimes de furto na cidade, todos com mesmo modus operandi. O suspeito abria portas ou janelas de vidro, dos estabelecimentos e subtraia as mercadorias, causando graves prejuízos aos comércios de gêneros diversos.

De acordo com o delegado Fernando Filiu Albuquerque Marques, a prisão do suspeito Alexandre Oliveira Silva, só foi possível pela minuciosa e louvável capacidade de investigação dos policiais civis que conseguiram identificar o suspeito e levantar a possível localização. Ainda de acordo com Dr. Fernando, em consequência das investigações foram presas mais três pessoas por receptação, que compravam os produtos do crime cometidos por Alexandre.

“Um dos receptadores em especial foi à prisão de Jonas Apolinário, conhecido com o nome comercial de Joaninha, que tinha mandado de prisão em aberto pelo Estado de Rondônia pelo crime de homicídio. Jonas comprava grande parte do material furtado por Alexandre e ainda foi preso em flagrante delito, por trafico ilícito de drogas, maus tratos de animais e comércio ilegal de arma de fogo”, disse o delegado Fernando.

Na delegacia, após os procedimentos de ouvir todos os suspeitos, as quatros pessoas envolvidas, foram encaminhadas para unidades do sistema prisional e encontram-se à disposição da Justiça. A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para número da Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Aripuanã, telefone (66) 3565-1433 ou via WhatsApp (65)99968-2396. O sigilo e o anonimato são garantidos.

 

 

 

Fonte: Top News

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros