Juína/MT, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

21 de Julho de 2024


Polícia Segunda-feira, 17 de Junho de 2024, 07:43 - A | A

Segunda-feira, 17 de Junho de 2024, 07h:43 - A | A

Mandados de busca e apreensão, e prisão

Polícia Federal deflagra operação em Juína, Cáceres e Cuiabá

Juína News com Assessoria

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, (17/6), em Cuiabá/MT, Cáceres/MT e Juína/MT, a Operação Cognome, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso especializado na aquisição e transporte rodoviário, por caminhões, de grandes quantidades de cocaína para os estados do sul e sudeste do país.  

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva, expedidos pela 5ª Vara Criminal de Rondonópolis/MT.   As investigações iniciaram com a prisão em flagrante realizada pela Delegacia de Polícia Federal em Rondonópolis/MT em 30 de setembro de 2023, ocasião em que foram apreendidos 507 kg de cocaína encobertos por uma carga de milho.  

O aprofundamento das apurações levou à identificação de um grupo criminoso dedicado ao tráfico interestadual de drogas. Técnicas especiais de investigações permitiram o requerimento judicial das medidas cautelares ora cumpridas.  

A Polícia Federal trabalha com a hipótese de cometimento dos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e lavagem de capitais, cujas penas máximas ultrapassam 35 anos de reclusão.    

O nome da operação faz alusão ao contato telefônico do alvo principal da operação, que fora registrado pelo autuado em flagrante com alcunha diversa do verdadeiro apelido por ele utilizado e cujo nome real foi descoberto nas fases intermediárias de prospecção criminal.

Os nomes não foram divulgados pela PF.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros