Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Polícia Segunda-feira, 16 de Outubro de 2023, 21:18 - A | A

Segunda-feira, 16 de Outubro de 2023, 21h:18 - A | A

A mando de facção

Resposta rápida: Polícia Civil prende membros do comando vermelho por dupla tentativa de homicídio em Juína

Tentativa de chacina ocorreu na noite deste domingo

Juína News

Dois suspeitos de terem tocado o terror em uma casa na Rua H no bairro São José Operário da cidade de Juína, ao Noroeste de Mato Grosso, na noite deste domingo, dia 15, foram presos em uma resposta rápida da Polícia Judiciária Civil.

A dupla tentou matar quatro pessoas que estavam em uma casa apontada como boca de fumo, mas apenas dois rapazes usuários de drogas foram baleados e socorridos com vida, outros dois conseguiram escapar ilesos.

Relembre: Criminosos invadem boca de fumo e atiram em duas pessoas em Juína

As investigações tiveram início após os crimes de homicídio na modalidade tentada terem ocorrido nos últimos dias no município de Juína, e evoluíram significativamente ao ponto de identificar dois membros do comando vermelho que vieram de Cuiabá com a finalidade de executar seus rivais no município a mando da organização criminosa e de receber apoio de um terceiro elemento que não foi localizado pela polícia.

Durante a ação policial na tarde de hoje foram presos: Weygan Neves De Arruda, de 18 anos, condutor da motocicleta, e Robert Yuri Maia Do Nascimento, de 19 anos, autor dos disparos. Uma arma de fogo que estava com um dos suspeitos foi apreendida pelos investigadores.

A dupla foi reconhecida pelas vítimas como autores do crime. Após serem presos, os suspeitos assumiram a autoria dos disparos executados na noite de domingo no bairro São José Operário, e também confirmaram fazer parte da facção “Comando Vermelho” e que vieram para a cidade de Juína com a missão de executar membros da facção rival, e desta forma monopolizar a venda de drogas na região.

As vítimas do ataque a tiros deste domingo à noite, permanecem internadas, sendo que um deles, Gabriel Oliveira Rocha, tem previsão de ser removido para um hospital da capital do estado para a realização de uma cirurgia, enquanto Uanderson Carvalho Da Silva, permanece internado no Hospital Municipal “Dr. Hideo Sakuno”, sem previsão de alta médica.

As investigações estão sendo conduzidas pelo delegado de polícia, Dr. Ronaldo Binoti Filho.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros