A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) em parceria com o 5º Comando Regional da Polícia Militar, apreenderam quatro tratores de pneu, dois tratores esteira e três correntões utilizados para desmatamento ilegal no bioma Cerrado. A fiscalização ambiental aconteceu entre os dias 21 e 25 de agosto, nos municípios de Araguaiana e Cocalinho. 

A ação faz parte da Operação Amazônia, e foi coordenada pela Diretoria de Unidade Desconcentrada (DUD) Barra do Garças. Foram fiscalizados 13 alertas de desmatamento ilegal por imagens de satélite de alta resolução, que apontam o local exato onde há mudança de vegetação em todo o estado. 

Fiscais identificaram o uso de "link" para desmatamento rápido, que é uma versão do correntão, que faz a limpeza rápida da área com o arraste por tratores. O link é feito com o aproveitamento de uma corrente descartada de tratores, mais pesada e resistente que o correntão tradicional.

Foram apreendidos um correntão de 80 metros, e dois correntões feitos com link, um de 65 metros e um de 10 metros. Também foram apreendidas duas grades/arados e três motosserras. A apreensão dos equipamentos e máquinas serve para impedir a continuidade do dano ambiental nas áreas protegidas. As multas e embargos serão lavrados pelos técnicos posteriormente.  Operação Amazônia

Desde março deste ano, o Governo de Mato Grosso realiza a Operação Amazônia contra crimes ambientais, com equipes em campo e de monitoramento remoto por imagens de satélite de alta resolução para responsabilizar os infratores. 

Quem se deparar com um crime ambiental deve denunciar por meio dos contatos: da Polícia Militar (190), ouvidoria da Sema (0800 065 3838) ou pelo novo WhatsApp para denúncias (65) 98153-0255.