Juína/MT, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

15 de Junho de 2024


Gerais Segunda-feira, 04 de Setembro de 2023, 08:41 - A | A

Segunda-feira, 04 de Setembro de 2023, 08h:41 - A | A

Urgência e Emergência

Samu orienta população sobre como acessar corretamente o serviço

Serviço de Atendimento Móvel de Urgência está disponível 24h pelo telefone 192

Juína News com Assessoria

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), gerido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), na Baixada Cuiabana, orienta a população a como acessar o serviço de forma correta e ágil. O serviço está disponível 24h para o cidadão pelo telefone 192 e atende a mais de 20 tipos de ocorrências.

Conforme a coordenadora do Samu, Silvana Kruger, para prestar socorro às vítimas, a unidade conta com ambulâncias de Suporte Básico e Avançado de Vida, Motolâncias e o Veículo de Intervenção Rápida. “Contamos com uma estrutura adequada para os atendimentos. É importante que o solicitante fale com clareza o endereço da vítima e o quadro de saúde dela, para que o socorro seja ágil e eficiente”, explicou.

O serviço pode ser solicitado em situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso. Ao ser acionada, a unidade móvel realiza os primeiros socorros dentro do veículo e encaminha o paciente para uma unidade de pronto atendimento.

Existem ainda situações em que o paciente não precisa de transporte, como o quadro de hipoglicemia. “Fazemos a correção com glicose intravenosa, quantificamos novamente e, ao estabilizar o paciente, ele é orientado a ficar em casa”, esclarece Silvana.

A gestora pontua que a remoção de pacientes é feita somente nos casos em que há queda de saturação, rebaixamento do nível de consciência, inconsciência, desconforto respiratório, alteração cardiovascular, convulsão de repetição, instabilidade hemodinâmica, alteração metabólica, perfuração por arma branca, perfuração por arma de fogo, agressão física, violência sexual, traumas ocasionados por quedas, colisão automobilística, motociclística, atropelamento e afogamento.

“A prioridade é prestar o atendimento à vítima no menor tempo possível, inclusive com o envio de médicos conforme a gravidade do caso. Dispomos de quatro tipos de veículo e encaminhamos eles para atendimento conforme a disponibilidade e necessidade de cada situação, sempre no intuito de garantir a maior abrangência possível”, afirmou.

De janeiro a agosto de 2023, o Samu realizou um total de 20.828 atendimentos de ocorrências com saída de veículo para prestar os primeiros socorros.

Sobre o Samu

O Samu é gerido pela SES, por meio da Superintendência de Regulação de Urgência e Emergência. A unidade atende os municípios da Baixada Cuiabana, sendo eles Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães e Poconé.

Ao discar o número 192, o cidadão estará ligando para uma central de regulação que conta com profissionais de saúde e médicos treinados para dar orientações de primeiros socorros por telefone enquanto o veículo é acionado. São estes profissionais que fazem a triagem do caso, definindo o tipo de atendimento, a ambulância e a equipe adequada a cada situação.

A central também é responsável pela regulação dos atendimentos realizados pelo Samu de Juína, Barra do Bugres, Colniza, Aripuanã, Confresa, Brasnorte e Cotriguaçu. Os municípios são responsáveis pelas ambulâncias e os atendimentos. Já a central de regulação da SES, em Cuiabá, regula as ocorrências e orienta os municípios no serviço móvel de urgência e emergência.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros