Juína/MT, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

24 de Junho de 2024


Juína Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 07:53 - A | A

Quinta-feira, 07 de Dezembro de 2023, 07h:53 - A | A

12 de dezembro

Audiência Pública em Juína visa discutir Políticas em Defesa dos Direitos das Mulheres

O Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Juína convida toda a população para participar de uma audiência pública no próximo dia 12 de dezembro, às 19h, no Plenário da Câmara Municipal. O evento tem como objetivo discutir políticas públicas que garantam a defesa contra a violação dos direitos das mulheres no município.

A audiência é uma oportunidade única para que a comunidade se envolva ativamente na construção de soluções que promovam a igualdade de gênero, combatam a violência contra as mulheres e fortaleçam a proteção dos seus direitos fundamentais.

Ana Paula L. Brugnera, presidente do Conselho, destaca a importância da participação da comunidade:

"Esta audiência pública é um espaço democrático para que a população contribua com ideias e sugestões na formulação de políticas que assegurem o pleno respeito aos direitos das mulheres em nossa cidade. A participação de todos é fundamental para construirmos uma sociedade mais justa e igualitária."

A audiência pública é uma iniciativa inclusiva e aberta a todos os cidadãos interessados em contribuir para a construção de uma cidade mais justa e igualitária. A participação da sociedade é essencial para a elaboração de políticas eficazes que enderecem os desafios enfrentados pelas mulheres em Juína.

Compareça e faça parte desse importante diálogo para a construção de um futuro mais igualitário e respeitoso. Sua voz é fundamental!

Data: 12 de dezembro de 2023

Horário: 19h

Local: Plenário da Câmara Municipal de Juína

Participe! Juntos, podemos construir um ambiente mais seguro e justo para todas as mulheres.

 

 

Fonte: Imprensa/PMJ

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros