Juína/MT, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Julho de 2024


Polícia Quarta-feira, 08 de Março de 2023, 10:55 - A | A

Quarta-feira, 08 de Março de 2023, 10h:55 - A | A

Meio Ambiente

Polícia Civil deflagrada operação conjunta e apreende produtos veterinários em Cuiabá

O trabalho foi realizado pelos policiais civis da Dema com apoio do Indea e da Politec

Da Redação

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente, em conjunto com o Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), deflagraram na terça-feira (07.03), em Cuiabá, ação para fiscalização.

Um homem foi preso em flagrante pelos crimes contra incolumidade pública (falsificação, corrupção, adulteração produto destinado a fins terapêuticos); e poluição contra o meio ambiente (produzir, comercializar, usar substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com a lei).

A ação integrada resultou também na aplicação de multa por parte do Indea, no valor de R$ 220 mil, em desfavor do autuado de 45 anos. O trabalho operacional contou com apoio da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Após denúncia informando sobre uma residência no bairro Jardim Fortaleza, onde havia um depósito de produtos veterinários aos fundos da casa, os policiais civis deslocaram-se até o local para averiguação.

Chegando no endereço a equipe constatou que o responsável pela casa mantinha armazenados produtos veterinários, e em outra residência ao lado, com acesso pelos fundos entre os dois imóveis, havia outro local de armazenamento com produtos veterinários e agrotóxicos.

Foram encontradas as substâncias: roundup wg, roundup ultra, roundup original mais, tuit florestal, tordon ultra em embalagens fechadas e abertas (venda fracionada), além de produtos fracionados líquidos, em pó e granulado análogo a agrotóxicos.

Diante dos fatos, representantes do Indea e a Politec foram acionados para auxiliar na diligência, bem como os produtos e embalagens foram apreendidos pelo Indea.

Durante entrevista o suspeito relatou que é proprietário de três lojas de Pet Shops, e mantinha a mercadoria em estoque nos depósitos, mas que também atua como atacadista revendendo produtos para outras empresas do ramo.

Com relação aos agrotóxicos, o homem disse que adquiriu com uma parente, que reside em um sítio, no distrito de Mimoso, zona rural do município de Barão de Melgaço.

Em seguida os policiais civis acompanhado dos servidores do Indea e peritos, foram até os estabelecimentos de propriedade do suspeito, e em uma das lojas foram localizados fracos de produtos análogos a agrotóxicos, além de embalagens de Ivomec e Dectomix, todos usados de forma fracionada.

Os produtos foram periciados e apreendidos. Já nos outros dois pontos comerciais, nada de irregular foi encontrado.

O suspeito foi encaminhado até a Dema para esclarecimentos, e após ser ouvido pela delegada Liliane Murata, foi autuado em flagrante delito. Após a confecção dos autos, foi arbitrada a fiança no valor de 10 salários-mínimos.

Conforme Liliane Murata, hoje há grande circulação de armazenamento, transporte e comércio irregular de agrotóxico e a Dema intensificará ainda mais a repressão a este tipo de ilícito ambiental.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros