Juína/MT, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

18 de Junho de 2024


Polícia Sexta-feira, 18 de Agosto de 2023, 15:33 - A | A

Sexta-feira, 18 de Agosto de 2023, 15h:33 - A | A

flagrante

Advogado é preso em flagrante pela Polícia Civil por tentativa de feminicídio contra namorada em Cuiabá

A vítima sofreu abuso sexual e foi agredida com socos, chutes, enforcada e sofreu lesões com uma barra de ferro

Juína News com Assessoria

Um advogado foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (18.08), pelo crime de feminicídio tentado contra sua namorada, ocorrido dentro de um condomínio na Capital. A vítima chegou a ficar desacordada após ser brutalmente agredida pelo advogado.

Policiais civis do Plantão de Atendimento a Vítimas de Violência Doméstica e Sexual, coordenados pela delegada Lizzia Ferraro e com apoio da Delegacia Especializada de Entorpecentes e Delegacia de Chapada dos Guimarães, localizaram o agressor, de 28 anos, em uma clínica de recuperação para dependentes químicos, em Chapada. 

A vítima foi encontrada próximo à guarita de um condomínio residencial, no bairro Morada do Outro, na madrugada desta sexta-feira. A Polícia Militar foi acionada e a encaminhou ao Plantão da Mulher 24h.

Ouvida pela delegada plantonista Divina Martins, a engenheira, de 29 anos, declarou que estava em sua residência com o agressor, quando ele saiu do quarto para fazer uso de entorpecentes e depois tentou manter relações sexuais com a vítima, que se recusou. Após a negativa, ele passou a agredi-la com socos e chutes e xingamentos.

Após o início da sessão de agressões, a vítima tentou fugir para outros cômodos da casa, mas o suspeito a alcançou e continuou o espancamento, inclusive, usando uma barra de ferro. Quando ela conseguiu pegar a chave de casa e sair até a garagem, o agressor a encontrou e novamente lhe agrediu, jogando a vítima no chão e tentou matá-la. Durante as agressões, ela relatou ter perdido a consciência várias vezes. Quando o suspeito foi pegar a barra de ferro para continuar a atacá-la, ela contou que conseguiu escapar e pedir ajuda na portaria de um condomínio, nas proximidades de sua residência. Os policiais militares realizaram buscas na área próxima, mas o suspeito não foi encontrado.

O aparelho celular da vítima foi levado pelo agressor no momento em que ele fugiu da residência, a fim de impedi-la de acionar socorro da família.

Após o registro da ocorrência e acolhimento da vítima no Plantão da Mulher, a equipe da unidade fez diligências e localizou o suspeito em uma clínica, no município de Chapada dos Guimarães. Ele foi conduzido ao Plantão e será autuado pelos crimes de estupro tentado e feminicídio tentado.

A vítima requereu medidas protetivas e foi encaminhada para atendimento médico.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros