Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Mato Grosso Sexta-feira, 17 de Março de 2023, 09:04 - A | A

Sexta-feira, 17 de Março de 2023, 09h:04 - A | A

período de 90 dias

Governador articula com Ministério e Força Nacional reforçará segurança na fronteira com a Bolívia

Portaria foi publicada pelo Ministério da Justiça no Diário Oficial da União desta quinta-feira (16.03)

Da Redação

O policiamento na área da fronteira entre Mato Grosso e a Bolívia será reforçado pela Força Nacional de Segurança. A portaria que autoriza o envio de efetivo a Mato Grosso foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (16.03) pelo Ministério da Justiça, e atende a um pedido feito pelo governador Mauro Mendes ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino.

"Nossa região de fronteira é muito extensa e precisamos de maior presença das forças nacionais. Essa parceria é muito bem-vinda e vai nos ajudar a combater a criminalidade com mais eficiência", reforçou o governador.

De acordo com a portaria 326, assinada nesta quarta-feira (16) pelo ministro Flávio Dino, o emprego de policiais da Força Nacional será por um período de 90 dias e tem como finalidade a prevenção e repressão ao de tráfico de droga, combate às organizações criminosas, crimes transfronteiriços e preservação da ordem pública.

O contingente a ser disponibilizado, segundo a portaria, obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Secretaria Nacional de Segurança Pública, órgão do Ministério da Justiça.

O secretário Segurança, César Roveri, destaca a importância da presença da Força Nacional na fronteira para intensificar as ações do Grupo Especial de Fronteira (Gefron), unidade do Governo do Estado que faz a repressão ao tráfico de droga, roubo de veículos, homicídios e outros crimes decorrentes do comércio ilegal e consumo de entorpecentes. A expectativa de Roveri é que esse reforço desembarque em Mato Grosso ainda neste mês de março.

Atuação do Gefron

Entre 2019 a 2022 o Gefron apreendeu 48 toneladas de drogas, sendo, em maioria, substâncias análogas à cocaína e cloridrato de cocaína. Esse volume soma R$ 1 bilhão de prejuízo ao crime organizado e ao narcotráfico. Também apreendeu 38 aeronaves usadas no transporte de drogas. Este ano, em janeiro e fevereiro, o Gefron apreendeu cerca de 2,7 toneladas de drogas, principalmente cocaína.

A droga vem da Bolívia para Mato Grosso de diversas maneiras: via terrestre em veículos e pessoas (as chamadas mulas humanas), aquática (embarcações fluviais) e aérea (diferentes aeronaves).

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros