Juína/MT, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Julho de 2024


Polícia Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2023, 10:46 - A | A

Sexta-feira, 08 de Dezembro de 2023, 10h:46 - A | A

Comerciante e cliente trocam facadas após discussão em funilaria de Aripuanã

Juína News

A Polícia Militar da cidade de Aripuanã/MT foi chamada por volta das 22:40h da noite de quinta-feira dia 07, com a informação que em uma funilaria, havia um homem caído no chão esfaqueado.

No local, a guarnição constatou os fatos, e acionou o Serviço De Atendimento Móvel De Urgência (SAMU) para socorrer a vítima identificada como David Da Conceição Barros, vulgo “Frango”, 44 anos de idade.

Enquanto atendia a ocorrência, uma ligação dos profissionais do hospital municipal informava que um homem havia dado entrada na unidade com ferimentos causados por arma branca, e ao chegar no hospital, a guarnição constatou que se tratava da pessoa de Aristides Custódio Jorge de 51 anos, proprietário de uma funilaria, e relatou aos policiais que estava no local fazendo reparos no veículo de David Da Conceição Barros, vulgo “Frango”, quando o mesmo voltou em seu comércio e disse para Aristides baixar o macaco hidráulico, pois pretendia levar seu veículo embora, momento em que o mecânico (Aristides) deitou embaixo do veículo para manobrar o equipamento, David sacou de uma arma branca (faca) e deferiu-lhe um golpe na região do pescoço, e ao se levantar, ele novamente foi golpeado por David, na região das costas. 

Após entrar em luta corporal, Aristides conseguiu tomar a faca de David, que se apossou de uma barra de ferro e novamente partiu para cima do comerciante, que no intuito de se defender deferiu três golpes de faca, atingindo o ombro, barriga e costa de David. 

No local a polícia encontrou muitas marcas de sangue e uma faca suja de sangue caída próximo ao veículo, sendo a mesma apreendida e resguarda pela guarnição. 

A testemunha que socorreu Aristides, disse que o comerciante, devia um valor de R$ 500 reais para David, mas não afirmou ser este o motivo do desentendimento, haja visto que na hora dos fatos somente os dois estavam na funilaria.

Um boletim de ocorrência foi confeccionado e a polícia judiciária civil investigará o caso.No hospital, os policiais perceberam que David portava em sua cintura, a bainha de uma faça, e ao colocar a arma que havia sido encontrada no local dos fatos dentro da bainha, a mesma encaixou perfeitamente, porém, o mesmo afirmou que Aristide sacou a faca de sua cintura e lhe deferiu os golpes.

Os envolvidos permaneceram internados para receber os de cuidados médicos.

 

A Polícia Civil investiga o caso.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros