Juína/MT, 23 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

23 de Julho de 2024


Polícia Sábado, 05 de Agosto de 2023, 12:30 - A | A

Sábado, 05 de Agosto de 2023, 12h:30 - A | A

Madrugada

Homem reage a abordagem da PM é baleado e morre em Cotriguaçu

Antes de ser baleado ele partiu para cima de um dos agentes

Juína News

Um homem de 29 anos morreu baleado na madrugada deste sábado, dia 05, ao reagir a uma abordagem policial e investir contra um dos componentes da guarnição no município de Cotriguaçu, Mato Grosso.

O fato teve início depois que a Polícia Militar foi atender uma solicitação do promotor de justiça sobre um som em volume alto na cidade.

Conforme o registro policial, ao chegar na Lanchonete Catarinense, os policiais verificaram que um evento já havia se encerrado, no entanto, foram informados que na esquina haveria uma briga e que um dos envolvidos estaria de posse de uma arma de fogo.

Ao se aproximar dos envolvidos os policiais deram ordem para que colocassem as mãos na cabeça, onde Anderson Junior Correia de Mello, 31 anos, e Pablo Henrique de Oliveira Santos, obedeceram às ordens policiais. Porém outros dois suspeitos identificado como Thiago Graciote Moraes de 29 anos e Samuel Santos Pimenta, 28 anos, decidiram não obedecer a guarnição e estavam com ânimos alterados.

Segundo a polícia, Samuel disse que não iria ser preso porque não era bandido e Thiago que ninguém iria por as mãos nele e queria ver a PM o conduzindo. Novamente foi verbalizado para que ambos colocassem as mãos na cabeça, mas eles ignoraram os policiais.

O suspeito Samuel ao se afastar do local recebeu voz de prisão e a PM ao se aproximar para uma nova abordagem Thiago investiu contra um dos policiais colocando as mãos na cintura momento em que um policial reagiu e efetuou dois disparos nele.

O Samu foi acionado para prestar socorro ao rapaz, no entanto, quando os profissionais chegaram no local atestaram o óbito de Thiago.

A Polícia Civil foi acionada para realizar o exame de local de crime e dar continuidade na ocorrência.

Algumas testemunhas que estavam no local foram arroladas e os demais suspeitos conduzidos para à delegacia de polícia.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros