Juína/MT, 14 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

14 de Julho de 2024


Polícia Quinta-feira, 09 de Março de 2023, 19:18 - A | A

Quinta-feira, 09 de Março de 2023, 19h:18 - A | A

Decapitado

Quarto suspeito que matou membro de facção com mais de 20 facadas é preso pela Polícia Civil de Juína

Acompanhado de um advogado, suspeito procurou a polícia e confessou o crime

Juína News

O quarto envolvido na morte de Gabriel Cordeiro Da Silva, cujo corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição no dia 12 de fevereiro em uma área de mata, na Comunidade São Luiz “Setor Aeroporto” em Juína – MT foi preso na tarde de hoje pela Polícia Civil. Ele se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado e como havia em seu desfavor um mandado de prisão e acabou sendo preso.

Leia: Suspeitos que mataram e decapitaram membro de facção são presos pela Polícia Civil de Juína; um foragido

O delegado titular da delegacia municipal de Juína, Dr. Ronaldo Binoti Filho, concedeu entrevista e relatou sobre o momento em que Vinicio Aureliano Dos Santos Brito, que estava foragido se apresentou e deu sua versão sobre o crime, assumindo ser ele o mentor e autor do homicídio que foi praticado com requintes de crueldade.

Em seu depoimento, o suspeito disse ao delegado que no dia do crime estava bebendo em sua casa junto com sua esposa, Ana Cristina Dias, Thiago De Oliveira Lima, e Rodrigo Pereira Dos Santos, vulgo “Simigol”, e que ao sair para comprar mais bebidas decidiram passar na casa da vítima e chama-la para sair, e ela foi atraída até o local do crime e morta com mais de 20 facadas e depois foi decapitada, e apesar de não explicar a motivação do brutal assassinato, o delegado acredita na existência de uma dívida de drogas entre ambos.

Vinicio confessou que foi o mentor e executor do crime, que nem Thiago, que foi o condutor do veículo e também sua esposa Ana Cristina Dias, tiveram participação, alegando que a mulher não sabia de nada e permaneceu no interior do veículo e em dado momento até pediu para que ele não matasse a vítima, porém, elementos juntados aos laudos do inquérito confirmam que Thiago De Oliveira também participou da execução.

Conforme a polícia civil, mesmo sem ter confessado a participação no crime, a esposa de Vinicio permanecerá presa a disposição da justiça, ficando a cargo do ministério público decidir o destino dos demais suspeitos presos, conforme explicou o delegado Dr. Ronaldo Binoti que assimilou a decisão do suspeito em optar por se entregar na delegacia após os outros suspeitos, inclusive sua esposa serem presos e da divulgação da matéria sobre seu envolvimento no homicídio.

Como já noticiado pelo Juína News, os demais suspeitos descritos acima foram presos na última terça-feira dia 07, por força de mandado de prisão preventiva.

O delegado acredita que o inquérito está próximo de ser encerrado e com a junção dos laudos de perícia da POLITEC, um relatório final deverá ser feito e anexado ao processo e enviado ao judiciário que dará continuidade a percepção penal, destaca o delegado.

Vinicio Aureliano Dos Santos Brito, que já respondeu processo por um outro crime de homicídio a tempos atrás e devido ter cumprido parte da pena estava em liberdade, foi encaminhado ao Centro De Detenção Provisória (CDP) da cidade de Juína onde permanece a disposição da justiça.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews 

 

 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros