Juína/MT, 22 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png youtube001.png
aa9a80b34a620ff8aded7659831dc4b1.png
https://cdn.juinanews.com.br/storage/webdisco/2023/07/07/original/6752654577c6b33b1b62a50f637045f0.png
00:00:00

22 de Junho de 2024


Polícia Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2023, 11:41 - A | A

Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2023, 11h:41 - A | A

Investigação

Suspeito que fugiu de abordagem é autuado por porte ilegal de arma de fogo e desobediência em Juína

Investigações da polícia apontaram que ele estava na casa dos executores do rapaz em distribuidora de bebidas

Juína News

A Polícia Judiciária Civil de Juína, Mato Grosso, já sabe quem foram os executores de Luiz Fernando Dos Santos Ribeiro, de 35 anos, e as motivações de seu assassinato ocorrido no fim da noite da última quarta-feira em uma distribuidora de bebidas.

Relembre o crime: Um é morto e outro é baleado em distribuidora de bebidas em Juína

Ontem um suspeito acabou sendo preso e as evidencias iniciais o apontavam como um dos envolvidos na morte da vítima. No entanto, as investigações inicialmente esclareceram que Luiz Fernando Aparecido esteve na casa dos assassinos.

Como anunciamos em matéria anterior, na tarde de ontem ele foi preso por crime de porte ilegal de arma de fogo e desobediência, e durante a fuga fez menção de sacar a arma da cintura e atirar contra os policiais civis que tentaram uma abordagem, mas ele conseguiu fugir e dispersar a arma de fogo que estava em punho, como explicou o delegado de polícia, Dr. Ronaldo Binoti Filho, durante entrevista na manhã de hoje.

Segundo o delegado, a prisão se deu após investigadores da Polícia Civil montar campana em uma residência onde estariam os suspeitos de terem cometido o crime em uma distribuidora de bebidas, descartando que houve troca de tiro do suspeito para com os policiais, e sim houve uma abordagem em um casal que saiu da residência monitorada que não obedeceu as ordens de parada empreenderam fuga, sendo acompanhados pelos policiais onde foi visto que o suspeito retirou um objeto da cintura, mas não efetuou disparos contra os policiais, e fugiu do local pulando muros e adentrando em uma região de mato, sendo capturado por policiais militares que foram acionados para auxiliar a polícia civil.

O delegado Ronaldo Binoti Filho disse que até o momento não foi possível localizar  a arma que estava em poder do suspeito, que foi preso por desobediência da ordem e porte ilegal de arma de fogo, e após ser ouvido, constatou-se que ele estava na localidade em que os suspeitos de terem cometido o crime na distribuidora estavam, e até o momento não foi possível esclarecer com precisão a real participação dele no crime, entretanto, o suspeito se recusou a colaborar prestando maiores informações a polícia e alegou não conhecer nem mesmo a mulher que estava na garupa de sua moto na hora da abordagem.

A residência onde a polícia estava monitorando os suspeitos, está localizada no bairro Módulo 05, e foi alugada recentemente por uma pessoa ainda não identificada, porém, os trabalhos de investigação continuam para que logo uma resposta positiva será dada a sociedade, prometeu o delegado Dr. Ronaldo Binotti que disse acreditar que o motivo do crime está ligado a guerras de facções criminosas, pois a vítima Luiz Fernando Dos Santos Ribeiro, era integrante do Primeiro Comando Da Capital (PCC), e supostamente foi morto por integrantes de uma facção rival do Comando Vermelho (CV) onde ambas disputam pontos de vendas de drogas no município.

A segunda vítima que foi alvejada e sobreviveu, não tem ligação com a vítima do crime, conforme disse o delegado, apenas estava no lugar errado e na hora errada. O suspeito preso ontem, já possui diversas passagens policiais pelo crime de furto e roubo.

As investigações sobre a execução de Luiz Fernando Dos Santos Ribeiro estão bem avançadas.

Siga o Juína News nas redes sociais facebook/juinanews e no Instagram clicando aqui @juinanews 

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros